Associação Gaita-de-Foles A.P.E.D.G.F. APEDGF
Associação Portuguesa para o Estudo e Divulgação da Gaita-de-foles - Portuguese Bagpipe Society .'.
gaita - bagpipe - cornemuse - zampogna - dudelsack - bock - gaida - phìob - biniou - mezoued -zucra - duda - pipe - sackpipa
  Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola | Comprar | Orquestra de Foles Documentos  | Contactos

« Principal « Um Mundo de Gaitas « Boha
Um Mundo de Gaitas
Gaitas de Fole de todo 
o Mundo...
História
Origens, expansão, diversidade...
Gaita-de-fole em Portugal
Distribuição, tipos, contextos...
Morfologia
O que é uma
Gaita-de-fole?...
  
  
 
  
Espaco.gif (821 bytes)
Espaco.gif (821 bytes)
Espaco.gif (821 bytes)
Espaco.gif (821 bytes)
Espaco.gif (821 bytes)
Espaco.gif (821 bytes)
Espaco.gif (821 bytes)

Boha
Gasconha (Sudoeste de França)


Foto: cortesia Oliver Seeler

Gasconha (França)

É um tipo de gaita característico da região francesa da Gasconha, entre os Pirenéus atlânticos e a região de Bordéus. 
É também conhecida por “Chalemina”, “Bohica” e “Bohaussac”. Pertence à família dos clarinetes duplos de palheta simples.
O instrumento compõe-se de três partes principais, a saber, o fole, o soprete e o ponteiro (tubo melódico) que por sua vez também incorpora um bordão, perfurado no mesmo corpo do ponteiro.
Os materiais utilizados são, para o fole, a pele de cordeiro ou, preferencialmente, de cabrito, sendo o pêlo virado para dentro. Não é utilizada vestimenta para recobrir o fole. 

O ponteiro (“Pihet”, em dialecto Gascão) possui configuração paralelipipédica com perfuração cilíndrica dupla. Um dos tubos possui 5 ou 6 orifícios frontais e um atrás (o mais agudo). Possui ainda uma fenda lateral para afinação que permite tocar uma sensível de meio tom. Os exemplares actuais tocam uma oitava com sensível mas os mais antigos que se conhecem só tocavam uma sétima. O outro tubo, de acompanhamento, pode funcionar como um bordão, embora possa emitir duas notas, quer para efeitos de harmonia quer para marcação rítmica. 
Além da cera colocada nos buracos melódicos para afinação, o instrumento possui uma peça (“Brunidé”) para encaixar no tubo de acompanhamento e mudar as respectivas notas. O instrumento possui duas palhetas batentes (simples) em cana, mas actualmente o tubo é mais habitualmente construído em metal ou vidro acrílico, podendo as lâminas vibrantes ser em cana ou até fibra sintética, a qual permite maior estabilidade no som.


Tocadores de Boha (foto: cortesia J.L. Matte)

O tipo de toque mais utilizado é o fechado, o qual permite enfatizar as características rítmicas e dançáveis. A escala é habitualmente em modo maior, mas há Bohas que estão equipadas com furos suplementares que podem ser tapados ou destapados com pequeninos acessórios (por exemplo, as do construtor Robert Matta) que permitem tocar em diferentes modos. Sendo os tubos cilíndricos e as palhetas simples, as digitações cruzadas não servem para alterar as notas.

Boha (300 kb)
Excerto de Boha tocada por Jean Blanchard.


A madeira mais comum no instrumento era o buxo, embora o espinheiro e diversas árvores de fruto também sejam utilizados. As peças são tradicionalmente decoradas com motivos pintados, gravados ou com pequenas aplicações em estanho ou chumbo. O seu volume de som é relativamente baixo.
O testemunho iconográfico mais antigo que se conhece do instrumento data do séc. XVI; os últimos tocadores tradicionais faleceram em meados do séc. XX, mas subsistem actualmente raras gravações da época, que deram origem a um movimento de recuperação em meados dos anos 80.


Links:

Bohaires de Gasconha
http://perso.wanadoo.fr/jean-michel.espinasse/boha/
A página pessoal de Joan-Miquèu Espinasse (um gaiteiro natural da Gasconha, no sul de França) com alguns links para grupos musicais e informações sobre a Boha.
Em Gascão, Francês e Inglês.



Associação Gaita de Foles, 2003 - Direitos Reservados

 


Início | Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola de Gaitas |
Comprar | Orquestra de Foles | Documentos | Equipa | English  | Links | Contactos
Powered by RRMerlin

Associação Gaita de Foles - direitos reservados