Associação Gaita-de-Foles A.P.E.D.G.F. APEDGF
Associação Portuguesa para o Estudo e Divulgação da Gaita-de-foles - Portuguese Bagpipe Society .'.
gaita - bagpipe - cornemuse - zampogna - dudelsack - bock - gaida - phìob - biniou - mezoued -zucra - duda - pipe - sackpipa
  Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola | Comprar | Orquestra de Foles Documentos  | Contactos

« Principal « Bibliografia « Tradições Musicais da Estremadura
.

Documento
Leia um excerto do livro, sobre a gaita de foles na Estremadura

Sobre o autor
Entrevista com o autor, José Alberto Sardinha, no jornal Expresso
 

Editora
Conheça esta e outras edições no site da editora
Tradisom

Tradições Musicais da Estremadura
José Alberto Sardinha - Editora Tradisom, 2000


Fruto de demorada investigação etnográfica no terreno, desde as imediações de Leiria, ao norte, até à região de Palmela na Estremadura transtagana, a obra “Tradições Musicais da Estremadura”, da autoria do Dr. José Alberto Morais Sardinha, pretende descrever as principais tradições populares desta província, documentando-as musicalmente.

Para cada tradição procurou-se descrever as manifestações que a envolvem, o próprio ambiente social e cultural geral que a rodeia e fornecer dados históricos sobre a sua origem. 
Depois, naturalmente, a face musical dessa tradição, com a respectiva partitura.

Para além da introdução, a obra abrange os três grandes temas funcionais que estão na base da música rural: o trabalho, com os amanhos das terras, as lavoeiras, as colheitas, as debulhas e respectivos cantares, o sobrenatural, em que se trata das relações do homem rural com a divindade, mormente nas suas manifestações religiosas, mas também noutras práticas de simples conteúdo mágico ou simbólico, e a festa, os costumes lúdicos, o amor e o divertimento, com particular realce para os bailes rústicos, as suas danças e os seus instrumentos.

Além da mancha rural, as tradições populares da cidade de Lisboa também são contempladas, numa das suas típicas manifestações musicais - os pregões -, bem como nos bairros populares, referindo-se o fado apenas de forma perfunctória e sobretudo na sua expressão coreográfica.

Por virtude da descrição pormenorizada das tradições estudadas, bem como dos seus aspectos históricos e da sua vivência social, a obra é de grande extensão, com cerca de 650 páginas, mais de 500 fotografias e ilustrações a cores documentando visualmente as tradições objecto do estudo, 120 partituras, vários índices, e 
3 CD´s
com os respectivos guias de audição.

De salientar que o livro abre com um prefácio de Fernando Lopes Graça, entretanto falecido. O mais reputado musicólogo português afirma aqui tratar-se de “uma obra fundamental no panorama da “Etnomusicologia Portuguesa”, e bem assim de garantir que a Estremadura passará a beneficiar, no campo da música tradicional, de um estudo de que nenhuma outra província se pode orgulhar.

José Alberto Morais Sardinha é um investigador de música tradicional, que há mais de vinte e cinco anos se dedica a percorrer as aldeias de todo o país, estudando e registando em gravação as mais genuínas tradições musicais do nosso povo. 
Detém, hoje, um vasto arquivo sonoro que abrange todo o país (exceptuando a Madeira). Efectua regularmente conferências sobre a música tradicional portuguesa por todo o país a convite das Câmaras Municipais e dos mais variados organismos e associações culturais e tem participado em vários congressos de etnografia e folclore. Foi coordenador do ciclo “Sons da Tradição” da EXPO98, publicou a colecção de 6 CD´s “Portugal Raízes Musicais” através do Jornal de Notícias, uma edição de assinalável sucesso, bem como várias outras obras...

 


Início | Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola de Gaitas |
Comprar | Orquestra de Foles | Documentos | Equipa | English  | Links | Contactos
Powered by RRMerlin

Associação Gaita de Foles - direitos reservados