Associação Gaita-de-Foles A.P.E.D.G.F. APEDGF
Associação Portuguesa para o Estudo e Divulgação da Gaita-de-foles - Portuguese Bagpipe Society .'.
gaita - bagpipe - cornemuse - zampogna - dudelsack - bock - gaida - phìob - biniou - mezoued -zucra - duda - pipe - sackpipa
  Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola | Comprar | Orquestra de Foles Documentos  | Contactos

« Principal « Notícias
.

 

Imprensa
Consulte notícias sobre a gaita-de-foles, em várias publicações periódicas
Espaco.jpg (632 bytes)

Arquivo
Arquivo de Notícias, desde 2001 »

Espaco.jpg (632 bytes)
Espaco.jpg (632 bytes)
Espaco.jpg (632 bytes)

Notícias
Arquivo de 2004

Exposição de Instrumentos Mirandeses

No dia 6 de Dezembro pelas 17 horas será inaugurada uma exposição de Instrumentos Musicais Mirandeses na Casa da Música Mirandesa (Largo do Castelo). A exposição estará patente ao público até dia 02 de Janeiro de segunda a sexta das 10h às 13h e das 14h às 18h. Nesta exposição serão apresentados instrumentos musicais como gaitas de fole, caixas, bombos, castanholas e flautas pastoris dos actuais construtores. 
Os artesãos aqui representados não fazem da construção de instrumentos um modo de vida, até porque tradicionalmente cada gaiteiro fazia muitas vezes o seu próprio instrumento, ainda que pudessem fazer outras gaitas por encomenda - dos gaiteiros e artesãos mais antigos, destacam-se os nomes de Rodrigo Fernandes ou Manuel Felício, por exemplo. Esta exposição conta com a presença dos "novos" artesãos Desidério Afonso, José Preto, Célio Pires, Ângelo Arribas, Ernesto Porto, Francisco Cangueiro, Domingos Esteves e Manuel Caleijo. A Casa da Música Mirandesa pertence à Câmara Municipal de Miranda do Douro e tem como objectivo a promoção da cultura musical tradicional das Terras de Miranda. Para mais informações, contactar a Casa da Música Mirandesa – Dr. Paulo Meirinhos (273430023).

Revista "O Fiadeiro"
Ainda em Miranda, no próximo dia 8 de Dezembro, pelas 16 horas, na Casa da Cultura Mirandesa, vai decorrer a apresentação pública do nº15 da revista “O Fiadeiro-El Filandar”, uma revista de cultura luso-espanhola editada pela “Asociación Etnográfica Bajo Duero” em cooperação com o Pólo da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Miranda do Douro. 
A revista contém artigos em português, mirandês e castelhano. 
Este último número foi coordenado por Pepe Monteagudo, Xerardo Pereiro e Carlos Ferreira. Após o acto de apresentação, terá lugar um pequeno espectáculo de cantos populares.

Festa dos Rapazes: Viagem às Terras de Miranda
No âmbito das viagens de Turismo Ético e Solidário, a cooperativa MódeVida propõe uma viagem diferente às Terras de Miranda, no nordeste de Portugal, nos dias 27 de Dezembro a 2 de Janeiro.
A viagem vai á descoberta das festas do solstício de Inverno que decorrem nesta época do ano, em Miranda do Douro, com destaque para as Festas dos Rapazes, os rituais endiabrados do Carocho e da Biêlha, a Ceia comunitária e a música tradicional, com a Alvorada dos gaiteiros e actuações do grupo mirandês Galandum Galundaina.
A viagem inclui passagem pelas aldeias de Constantim, Picuôte, Bemposta, Teixeira, Bila Chana de Barciosa e Sendim, com oportunidade para conhecer de perto a cultura mirandesa, a gastronomia local, as tradições desa época do ano, a ecologia, fauna e flora dessas terras (Bila Chana faz parte do Parque Natural do Douro Internacional, onde vive 
uma grande variedade de aves e espécies vegetais como carrascos e zimbros) - sempre de forma atenta e diferente. Os preços são convidativos e a viagem vale bem a pena. O programa completo e mais informações, estão disponíveis no site da Cooperativa 
MódeVida, em www.modevida.com/turismo6.html

Aulas de Danças Galegas
O centro Galego de Lisboa promove mensalmente aulas de danças galegas, com a professora Zita Florentino, às sextas-feiras, das 19h às 20h. A mensalidade é de 15 euros por mês (e quota de sócio do centro galego, no valor de 2,5 euros). Contacto: Zita Florentino 936459435.


Gaitas-de-fole: colóquio galego-português em Tui

No próximo dia 3 de Dezembro, sexta-feira, realiza-se em Tui, na Galiza, um colóquio-debate público sobre a Gaita-de-fole, sob o tema "A Situação das Escolas de Música Tradicional na Galiza"
Convidados estão representantes da Associação de Gaiteiros Galegos, Escolas de Música do Baixo Minho, Federação Galega de Bandas de Gaitas e Associação Gaita de Foles (Portugal).
Depois da tremenda popularidade que este instrumento gozou na Galiza a partir dos anos 70, é tempo de rever o processo de "ressurgimento": quais as mudanças ao fim de quase 20 anos? Que erros foram cometidos? Que novas formas de tocar e ensinar a música popular foram trazidas? O que se perdeu? Vale a pena defender a especificidade e a diversidade da música popular? Vale a pena copiar acriticamente modelos importados? Quais as opções e os caminhos possíveis no futuro?
Este debate não se esgota na Galiza; agora que em Portugal se inicia lentamente a recuperação e também um certo "ressurgimento" dos modelos portugueses de gaita-de-fole e das suas músicas (à semelhança do que acontece em todo o contexto europeu, de resto) é tempo de aprender o que de bom e de mau se fez na Galiza - aprender com a experiência, mas também, com os erros.
A organização está a cargo da Escola de Música C.C. Sanfins de Rebordáns (Tui). O colóquio-debate terá início a partir das 20:30h (hora espanhola), seguindo-se um jantar, com as actuações informais dos músicos presentes a prolongar-se pela noite dentro.

Moxenas: a Memória do Som
As Edicións do Cumio vão apresentar em Vigo (Galiza) no dia 2 de Dezembro, às 20:00 horas, no salão nobre da Escola de Artes e Ofícios (anterior Universidade Popular de Vigo) o livro-DVD "Moxenas, a Memoria do Son. Vida e obra dun gaiteiro da Comarca de Vigo" do musicólogo Miguel Pérez Lorenzo, sobre o gaiteiro galego Nazario González Iglesias, mais conhecido por "Moxenas".
Este livro vem acompanhado de um DVD que contém os dados biográficos do Gaiteiro e as suas relações com as principais referências musicais da região de Vigo do seu tempo, como "Os Morenos de Lavadores", "Os Cruceiros", "Melitón", mas também a Banda Xarabal da Universidade Popular, Noitarega, Iván Costa ou mesmo Susana Seivane; o gaiteiro Moxenas foi também um dos fundadores do grupo Muxicas (cujo trabalho é conhecido também em Portugal). Na segunda parte desta obra é destacado o papel de Moxenas como compositor e criador: com mais de 70 peças, (de que se editam as partituras) e gravações, incluíndo fragmentos de entrevistas e mostras da sua técnica interpretativa.
A análise que Miguel Perez Lorenzo faz neste trabalho inclui também todo o contexto musical da região de Vigo, de forma aprofundada e rica.
A apresentação do livro-DVD incluirá a abertura de uma exposição fotográfica dedicada a este gaiteiro e contará com as intervenções de Miguel Pérez Lorenzo (musicólogo, pianista, gaiteiro), Antón Corral (reputado mestre artesão e gaiteiro da Universidade Popular de Vigo) Xavier Groba (musicólogo) e o grupo Noitarega, que interpretará uma parte do repertório de Moxenas.

Monte Lunai em Alverca
Integrado num evento comemorativo para celebrar dez anos de existência do grupo "Noses com Vozes", os Monte Lunai actuarão no próximo dia 4 de Dezembro em Penafirme da Mata (Olhalvo - Alverca), a partir das 21:30, ao cair da noite, "com a promessa de aquecer o Inverno e o advento de todos os que aparecerem".
Desde a sua formação original em 2002, os Monte Lunai têm procurado oferecer novas almas às melodias da música tradicional europeia diversa, bem como, especificamente, às danças de longa tradição popular dos bailes antigos. A música dos Monte Lunai envereda pelos “hanter’dros” da Bretanha, os “hassapikos” da Grécia, os ritmos Balcãs da Ucrânia, as muinheiras da Galiza, entre valsas e jigs, numa viagem pelo património musical europeu dos bailes populares.
Os monte Lunai são: Denys Stetsenko – Violino; João Madeira - Contrabaixo; Miguel Barriga - Flautas, Gaita Galega, Berimbau de Boca, Didgeridoo, Clarinete Popular; Nuno Santos – Bateria e Percussões várias; Pedro Costa - Guitarra; Mercedes Prieto – Professora de Danças Tradicionais.

Entrenoses
Musica e Danças Tradicionais Europeias em Olhalvo – Alenquer
No sentido de celebrar dez anos de existência da Tuna Noses com Vozes, a Associação Alegres Olhares irá realizar nos próximos dias 4 e 5 de Dezembro um evento comemorativo – o entrenoses. Serão dois dias de partilha, de descoberta, de convívio, de muita música e muita dança, num ambiente cheio de tradições populares. As diversas actividades irão ser desenvolvidas na Sociedade Filarmónica Olhalvense e no Pavilhão do Clube Cultural e Desportivo de Penafirme da Mata. Para mais informações: http://nosescomvozes.no.sapo.pt

Programa:
Sábado, 4 de Dezembro
16.00h – Oficina de percussão para crianças e adolescentes.
17.00h – Oficina de Danças Tradicionais Europeias para jovens e adultos.
21.30h – Tocandar - Orquestra de Percussão;
Monte Lunai - Baile com Danças Tradicional Europeias.

Domingo, 5 de Dezembro
10.45h – Missa Tradicional na Igreja de Olhalvo
16.00h – Festival de Música Tradicional Portuguesa com os grupos:
Cantares de Manhouce – São Pedro do Sul. 
Almocreves, Grupo Coral - Cante Tradicional Alentejano
Grupo de Cantares do Silveiro – Oliveira do Bairro.
Tuna Noses com Vozes – Olhalvo.

Fonte: Pédexumbo

Bailes Pé-de-Meia
É já neste Sábado, 4 de Dezembro - a partir das 20h30, que começa mais um encontro Pé-de-Meia, na Cooperativa Mó-de-Vida, no Pragal, em Almada. Muitos músicos e "habituées" das danças juntam-se para tocar e dançar pela noite dentro. Violinos encontram-se com gaitas-de-fole, percussões, concertinas, flautas; músicas francesas encontram-se com ritmos portugueses, italianos, balcânicos e tantas mais influências. A verdadeira diversidade, só pelo prazer da música. A entrada é livre.
O espaço MódeVida oferece ainda a possibilidade de participar no jantar, que começa a ser servido a partir das 20h30 (mediante reserva, preço 6€). Mais informações: www.modevida.com - Cooperativa MódeVida - Calçadinha da Horta, 19 - 2800-564 Pragal - Almada.

Encontros Convívio PortoCéltico
A associação Portocéltico lança o mote: "Quantas vezes não tivemos vontade de sair da plateia, saltar para o palco e tocar também...?". Esse é o espírito dos convívios informais promovidos por essa associação; a música é feita por todos. Conversa-se sobre música, escutam-se novas sonoridades, conhecem-se instrumentos novos e músicos desconhecidos, daqui e dali. Juntam-se assim Gaitas de fole, Flautas, Tambores, Guitarras, Bouzoukis, Darabukas, Djambés, Tin Whistles, Cavaquinhos, Bandolins, etc - o que importa é a música. Entrada: 1,5€ (Gratuita para Membros). No dia 7 de Dezembro, a partir das 22:30, na Tertúlia Castelense, Castelo da Maia (www.tertuliacastelense.com).

ETNIAS, de novo
Nos próximos dia 9, 10 e 11 de Dezembro, a Ácaro apresenta no seu espaço Contagiarte, sito na Rua Álvares Cabral, 372, no Porto, a segunda edição do ETNIAS - Festival de Música do Mundo. Este evento reúne projectos musicais que se dedicam à pesquisa de sons inspirados nos cinco continentes. Os ritmos diversificados dos instrumentos musicais oriundos das mais diversas culturas do mundo, proporcionam ao público um encantamento e ao mesmo tempo um fervilhar que se traduz em alegria e festa. O Etnias quer ser uma grande festa e celebração das músicas do mundo, dos músicos que a elas se dedicam e, obviamente, a todos os povos. Este ano os participantes são: dia 9 - Rootscaravan e Kulirimar, dia 10 - Galandum Galundaina e Muuuu, dia 11 - Dazkarieh e Koredjuga. Para mais informações: 222 000 682 ou o e-mail [email protected]

Trempats: voltam as Xeremias
O grupo de Maiorca "Xeremiers de Son Roca" lançou um novo CD, intitulado "Trempats"; um dos seus músicos, Pere Joan Martorell é um gaiteiro de Maiorca, tocador de "Xeremia", (um modelo de gaita-de-fole existente nessa ilha mediterrânica, muito semelhante ao Sac de Gemecs catalão). A Xeremia passou por um processo de recuperação recente, depois de uma época de relativo declínio e quase abandono. 
O objectivo deste disco é precisamente cruzar as influências das sonoridades (quase) perdidas do passado, numa homenagem aos Xeremiers de outrora, com uma abordagem nova, onde se misturam os sons da Guitarra, Mandola, "Arxillaüd", Sanfona e baixo acústico. 
Mais informações em http://www.mallorcaweb.net/xeremiersdesonroca

Povo que Canta - de volta à televisão!
O etnógrafo Corso Michel Giacometti percorreu Portugal em 1971 e 1972, colaborando na elaboração de um documentário televisivo, com a realização de Alfredo Tropa, sobre a cultura popular portuguesa.
Essa mesma série, "Povo que Canta", retrata um Portugal desconhecido, tal como era há mais de 30 anos e que continua a viver hoje, longe dos olhos das televisões e do público urbano - embora profundamente transformado.
O canal de cabo RTP Memória volta a transmitir a série, desta vez na  quarta-feira, dia 24, a partir das 12:00 da tarde. A oportunidade é absolutamente imperdível. Mais informações no site da RTP e documentação variada sobre Michel Giacometti, aqui.

Aula Ernesto Veiga de Oliveira 

O Departamento de Antropologia do ISCTE promove no dia 24 de Novembro, Quarta-feira, mais uma "Aula Ernesto Veiga de Oliveira" com uma palestra de Benjamim Pereira e Clara Saraiva, sob o tema "Trabalho de Campo em Terrenos Conturbados".
Clara Saraiva é actualmente Directora do Centro de Antropologia Cultural e Social do Instituto de Investigação Científica Tropical e docente na Universidade Nova de Lisboa e Benjamim Pereira, etnógrafo, é um dos mais nomes mais relevantes da etnografia portuguesa actual, tendo colaborado com Ernesto Veiga de Oliveira no que é ainda a "bíblia" da comunidade de músicos portugueses, o livro "Instrumentos Musicais Populares Portugueses", para além de inúmeros outros trabalhos que fazem dele uma autêntica "enciclopédia" da etnografia portuguesa.
A sessão terá lugar a partir das 18:00 horas, no Auditório B203 (Edifício 2, piso 2) no Iscte - a entrada é livre.

Documentário sobre Michel Giacometti, em Setúbal
Para assinalar os catorze anos da morte do etnomusicólogo Michel Giacometti, o Auditório Municipal Charlot, em Setúbal, exibe a 26 de Novembro, pelas 21 horas, o documentário “Michel Giacometti – Paci è Saluta”, numa sessão que contará com a presença do realizador francês Pierre-Marie Goulet, autor do filme, que após o visionamento estará disponível para responder a perguntas do público. A entrada é livre.
"Paci è Saluta", cuja segunda parte se encontra a ser preparada, é uma co-produção que envolve a Costa do Castelo Filmes e que aborda a vida e obra do etnomusicólogo corso, assim como as recolhas musicais que fez em Portugal.
Uma parte do filme é rodada na Córsega, terra natal de Giacometti.
Esta iniciativa é organizada pelo grupo dinamizador da Associação Michel Giacometti, em parceria com o Museu do Trabalho Michel Giacometti e Câmara Municipal de Setúbal e com o apoio da Costa do Castelo Filmes.
Michel Giacometti nasceu a 8 de Janeiro de 1929 em Ajaccio, na Córsega, e chegou a Portugal em 1959. Dedicou três décadas da sua vida a percorrer todo o país, recolhendo tradições populares já quase esquecidas e em vias de desaparecimento. Morreu em Faro, a 24 de Novembro de 1990.
Saiba mais sobre Michel Giacometti, aqui

Os Chocalhos na Ribeira!
Os fiéis seguidores d'Os Chocalhos (Uxu Kalhus) vão matar saudades dos bailes explosivos deste grupo, no dia 27 de Novembro, Sábado, pelas 23:15h, no Mercado da Ribeira (Lisboa). Depois de um período de exílio para finalizar a gravação do CD (cuja edição se prevê para breve), Os Chocalhos / Uxu Kalhus voltam a oferecer mais um baile frenético de danças Portuguesas, Europeias, de pares "e o que mais for, embrulhadas num som Folk-Rock-Jazz-Afro-Ska, com influências Brasileiras, e outras". O género musical d'Os Chocalhos / Uxu Kalhus é impossível de rotular; composições, harmonias e arranjos muito particulares, improvisações e dinâmicas endiabradas, são o cartão de visita deste grupo, que é já uma referência no universo da música "Trad" em Portugal. A não perder, como sempre.

Galiza: revista Murguía
Na próxima sexta-feira, dia 26 de Novembro, decorrerá em Lalim (Galiza) a apresentação da revista "Murguía", com um número especial sobre a música galega, elaborada pelo Conservatório de Música Tradicional e Folque de Lalim. Estarão presentes os representantes do Conservatório, da revista Murguía, da empresa "Ouvirmos" e os irmãos Félix e Castor Castro, que interpretarão peças tradicionais para frauta transversal e acordeão diatónico. No Casino de Lalim, a partir das 20:30 (hora espanhola). O directório de conteúdos desta revista será publicado em breve, na página do Conservatório em www.folque.com


Sétima Legião & Gaiteiros de Lisboa, ao vivo
No dia 26 de Novembro, a partir das 22 horas, o Fórum Lisboa (antigo Cinema Roma) recebe dois grupos que marcaram a actual música portuguesa: os Sétima Legião e os Gaiteiros de Lisboa, num concerto de solidariedade pela saúde mental, organizado pelo Grupo de Acção Comunitária. Os bilhetes estão à venda na FNAC, Ticketline e Fórum Lisboa.

Concurso de Gaiteiros Solistas, no Porto
A Acaro, o Gaiteirus.com e os Rolha no Ronco, organizam a primeira edição de um concurso de gaiteiros solistas, a realizar no dia 20 de Novembro deste ano, no Porto.
Este concurso tem como objectivo principal não só a interpretação da gaita nas duas categorias (galega e transmontana), a sensibilização do público para as diferentes sonoridades dos dois tipos de instrumentos, mas também o convívio entre os diferentes participantes, num encontro de gaiteiros sob a forma de um concurso.
O concurso é original: o objectivo não é estimular a competição entre gaiteiros e embora seja dada atenção, naturalmente, à correcção das técnicas interpretativas (afinação, recursos estilísticos, tempo, correcção das peças tocadas), estas não bastam: o concurso pretende recuperar a figura do Gaiteiro, animador das festas de outrora - e portanto, serão premiados aqueles que para lá do simples virtusiosmo, actuem com alma e saibam despertar as emoções do público. E depois, é claro, tudo acaba por ser um excelente pretexto para juntar os gaiteiros num encontro festivo. Como todos os concursos, existe um júri. Este será composto por duas pessoas, uma Galega e um Português, Maria Xosé Lopez (professora de gaita, Ex-Muxicas e Anamoura, formada na Universidade Popular de Vigo) e Paulo Meirinhos (Galandum Galundaina), ambos reconhecidos pelo seu trabalho no panorama da música tradicional Galega e Transmontana respectivamente. A nota de apreciação não será dada apenas por estes dois músicos, mas também pela plateia que assiste ao concurso. Neste concurso é tão importante a nota relativa à técnica utilizada por cada concorrente, como a marca que este deixa impressa no público. Serão atribuídos dois cabazes tradicionais (com o apoio da câmara de Macedo de Cavaleiros), com produtos da região de Trás-os-Montes, como primeiro prémio, aos vencedores do concurso. Todos os concorrentes obterão um prémio de participação, constituído por uma surpresa e um CD gravado durante o concurso. Mais informações, inscrições e regulamento em www.gaiteirus.com

Danças Galegas em Lisboa
No próximo dia 27 de Novembro, vai realizar-se no Centro Galego de Lisboa uma oficina de danças galegas, que será orientada pela professora Zita Florentino. Ensinar-se-ão vários tipos de danças galegas, tais como as muinheiras, ribeiranas, jotas, entre outras e serão montadas coreografias de bailes, com base nos passos aprendidos.
A oficina terá início às 15h, e terminará às 19h, havendo uma pausa para descanso. O custo será de 8 euros para sócios do Centro Galego de Lisboa, e de 10 euros para os não sócios. Contactos: 936459435 / 217598870 / 218853680

Danças Ocultas: "Pulsar", ao vivo
Os Danças Ocultas voltam à estrada nos próximos meses de Novembro e Dezembro, para apresentar o seu novo trabalho; em Novembro, no dia 21, na FNAC Cascais, às 17:00h - dia 29 - 17:30, na Fnac Chiado - dia 30 - 22:00h, na Noite Aderente da Fnac de Almada e dia 30 - 24:00h, na Noite Aderente na Fnac do Colombo.
No dia 27 de Novembro participarão no Festival 'Evoluciona Música' em Burgos (Espanha) no Teatro Clunia, às 20:30 horas.
Em Dezembro é a vez do Porto, Dia 11, 17h00 na Fnac de Santa Catarina e às 22h00 no Gaia Shopping - Dia 12, 17h00 no Norte Shopping.

Bailes Pé-de-Meia
Os encontros informais de música e dança Pé-na-India voltam este ano com novo nome e novo horário, na cooperativa MódeVida, no Pragal, em Almada. Para aqueles que desejarem, há ainda a possibilidade de jantar na MódeVida; o jantar Começa a ser servido apartir das 20:30h (mediante reserva, até à véspera - preço 6€). Cooperativa Mó-de-Vida - Pragal, Almada - Sábado, 20 de Novembro - às 21:30. Mais em www.modevida.com

Gaiteiros do Oeste
Integrado no Ciclo “Partilhar”, o Teatro-Cine de Torres Vedras vai ser palco no próximo dia 29 de Outubro, pelas 21h30, de um Colóquio Musicado, com José Alberto Sardinha e a presença de Gaiteiros de Torres Vedras. O Colóquio abordará as tradições seculares do Oeste na área de um instrumento musical específico - a gaita-de-fole - relativamente à sua origem e utilização em festas, romarias e círios. Esta iniciativa dará a oportunidade de partilhar o trabalho efectuado por aquele investigador que, nos seus estudos, documentou uma parte inestimável das tradições musicais dessa região, essenciais ao desenvolvimento de projectos locais integrados em associações de âmbito cultural. 
Assim, no decorrer deste Colóquio, serão apresentados exemplos vivos que merecem ser referenciados, na medida em que desenvolvem os sentidos que a cultura possui e ensina, estando por isso prevista a actuação de gaiteiros oriundos do concelho, como Joaquim Roque (Torres Vedras) os artesãos e músicos Mário Estanislau e Víctor Félix (Associação Gaita de Foles) e o músico Carlos Pedro. A actividade é dirigida especialmente a técnicos e responsáveis das áreas culturais, mas também ao público em geral. As entradas são gratuitas (fonte: at-tambur).

Os Gaiteiros do IGAEM, em Paredes de Coura
No dia 29 de Outubro, às 21.30, o Centro Cultural de Paredes de Coura recebe uma visita de peso: o grupo de Gaiteiros do IGAEM, da Galiza.
O Grupo de Música Tradicional do IGAEM constitui hoje em dia um conjunto de altíssima qualidade musical, tanto pela sua preparação como pela experiência. Têm realizado numerosas actuações dentro e fora da Galiza (Bélgica, Palestina, Nova York, Uruguai, Argentina, Chile, França, Portugal, Holanda, Alemanha, etc). Em 1993 esta mesma formação editou um disco e em 2001, o segundo álbum, "Alba de Abril".
Actualmente o Grupo de Música Tradicional do IGAEM é composto por um total de sete mestres gaiteiros: Xosé Ramón Bugliot, Carlos Taboada, Xoán Carlos Rilo, Xesús Vaamonde, Xosé Lois Romero, José Taboada e Fernando do Campo, algumas das maiores referências actuais do instrumento. Criado pelo Instituto Galego das Artes Escénicas e Musicais para impulsionar o desenvolvimento da música tradicional, este grupo nasceu com a intenção de proporcionar uma nova visão desta música, pelo que trabalha tanto na recuperação de velhas melodias, como na apresentação de novas composições de autores contemporâneos.


Work in Roots na Fonoteca
No seguimento das oficinas "Work in Roots", a Fonoteca de Lisboa (no edifício Monumental, em Lisboa) apresenta no dia 29 de Outubro, pelas 21h30, o resultado dos "workshops" de Canto, Gaita-de-foles, Percussão e Viola Braguesa, que aí foram desenvolvidos ao longo do ano, com um espectáculo, de entrada livre, que inclui os alunos dessas oficinas. O Work in Roots foi um relativo sucesso, o que demonstra o acolhimento cada vez maior que a música "de raíz" tem recebido nos últimos anos, sobretudo entre a população mais jovem, como parte de um movimento maior que engloba eventos como o festival Andanças, Encontro de Tocadores, Encontro Nacional de Gaiteiros, os bailes de música "Trad" que se multiplicaram e o surgimento de uma série de associações culturais dedicadas a esses temas.

Suzo Vaamonde: Cadernos de Gaita Galega
Depois da publicação de "Solo de Gaita" (Edições do Cumio), um livro que é já uma referência no universo da gaita galega, o reputado mestre galego Suzo Vaamonde edita outra publicação dedicada à aprendizagem e estudo deste instrumento, desta vez, os "Cadernos de Gaita Galega", com o primeiro volume, "Caderno 1: Intervalos". Trata-se de um caderno de 56 páginas, com vários exercícios cuidadosamente seleccionados e preparados para facilitar e aperfeiçoar a aprendizagem do instrumento. Esta colecção consistirá de cinco cadernos, e os restantes quatro serão editados brevemente. A apresentação desta obra é feita por Xavier Jurado, director do departamento de Instrumentos de Música Tradicional e Popular do Conservatório Superior de Música de Vigo, a única instituição em Espanha que pode atribuir o grau de estudos superiores de gaita galega. As encomendas podem ser dirigidas à editora "Dos Acordes" através do e-mail [email protected] .
Referência: Vaamonde, Xesús. Cadernos de Gaita Galega. Caderno 1: Intervalos. Ed. Dos Acordes S.L. Vigo, 2004. 21 x 29.7 cm. 56 páginas.

A Lusitânia entre os mitos e a realidade: 
VI Mesa-redonda sobre a Lusitânia romana

De 4 a 6 de Novembro, Cascais acolherá um colóquio sobre os Lusitanos e a Lusitânia e os mitos da identidade a eles associados. Este colóquio surge num momento particularmente oportuno, quando a proto-história da península ibérica ainda hoje é usada de modo abusivo para justificar uma série de reinvindicações identitárias em Portugal e Espanha. 
A história, mal conhecida, do que eram os "Lusitanos" ou a "Lusitânia" está também também recheada de mitos e equívocos que teimam em persistir junto de um público menos informado. Este colóquio é uma oportunidade única de conhecer as últimas teorias e os factos conhecidos mais recentes. A conferência inaugural será proferida pela Professora Doutora Maria Helena da Rocha Pereira, da Universidade de Coimbra, que dissertará sobre a Lusitânia entre o Mito e a História. Estarão presentes investigadores de várias universidades portuguesas, espanholas, francesas, italianas e também do Canadá. 
Condições, Convidados e Programa Completo


Tocadores no Museu Nacional de Etnologia

No dia 21 de Outubro, quinta-feira, terá lugar no Museu Nacional de Etnologia, em Lisboa, a exibição dos documentários " Tocadores – Brasil Central" e " Tocadores – Litoral Sul", que apresentam um pouco das tradições musicais populares dos estados brasileiros de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Goiás, Minas Gerais e Entorno do Distrito Federal. O evento divulgará os resultados do projecto Tocadores, iniciativa de documentação e divulgação de tradições musicais populares. 
Após a exibição dos documentários, haverá um baile informal com músicos portugueses ligados à música de tradição, provenientes de formações que têm tido um papel de destaque no movimento de recuperação da música e instrumentos portugueses e que apoiam esta iniciativa, como o Museu Nacional de Etnologia, Casa do Brasil de Lisboa, Tradisom, Instituto Camões, Ministério das Relações Exteriores do Brasil, Rádio Tropical, PédeXumbo, D'Orfeu, Associação Gaita de Foles, entre outros. Saiba mais


IV Encontro Nacional de Gaiteiros: Foto-Reportagem
Fundão, 18 e 19 de Setembro



O IV Encontro Nacional de Gaiteiros, que já vem acontecendo há 4 anos, realizou no Fundão, nos dias 18 e 19 de Setembro, mais uma edição  coroada de sucesso. Foram às centenas os Gaiteiros vindos de todo o país e foram muitos os momentos de música, convívio e conhecimento proporcionados por esses dois dias. Encontros, Exposições, Desfiles, Concertos e muita música foram registados numa reportagem fotográfica que tenta trazer um pouco do Encontro de Gaiteiros a todos aqueles que não puderam estar presentes. 
Venha ver e (re)descobrir um País de Gaiteiros!

Numa iniciativa conjunta entre a Associação Cultural Tirsense e a Associação dos Amigos do Sanguinhedo, a partir do próximo mês de Outubro, terão início, em Santo Tirso, aulas de gaita-de-foles, leccionadas pelo professor Ricardo Coelho.
Estas aulas darão especial atenção ao repertório português de gaita-de-fole (sobretudo do Minho) e também algum internacional e até medieval. As aulas serão semanais e terão lugar nos Moinhos da Ponte Velha, em Santo Tirso. (junto ao estádio Abel Alves de Figueiredo). A mensalidade terá um custo de €25. Para mais informações, contactar o telefone 935190699 ou um dos seguintes correios electrónicos: [email protected] e [email protected] (esta iniciativa conta com o apoio da Associação Gaita de Foles).

"Musicas a dançar": Dus
Os Verd e Blu são um grupo musical da Gasconha, (no sul de França) surgido em 1987, que já por várias ocasiões tem visitado Portugal (sobretudo no Festival Andanças); agora lançaram um "digi-pack", contendo alguns temas anteriores do grupo e o último CD, "Musicas a Dançar" (esse é o título em língua Occitana, a língua falada nessa região, que partilha algumas semelhanças com o português). O grupo inclui na sua formação flautas pastoris e tamboril de cordas, a gaita "Boha" (característica dessa região), concertinas, percussões e voz. Os Verd e Blu são; Joan-Francés Tisnèr (voz, concertina, percussões); Crestian Josuèr : (flauta e tamboril, concertina, voz); Marc Castanet (Boha, concertina, voz) e Martina Petriat (voz). Mais informações e mp3 em www.menestrers.fr.st

IV Encontro Nacional de Gaiteiros
Fundão, 18 e 19 de Setembro



Já só faltam 15 dias para o grande encontro da gaita-de-fole em Portugal - nos dias 18 e 19 de Setembro de 2004, no Fundão. É a Quarta Edição do Encontro Nacional de Gaiteiros, (inserido no festival Caminhos da Transumância) e organizado pela Associação Gaita de Foles, com o apoio da Câmara Municipal do Fundão; um evento único que acolhe gerações de gaiteiros de todo o país, do Minho, Trás-os-Montes, Coimbra, Litoral centro, Estremadura e Península de Setúbal, para dois dias de redescoberta de uma parte da cultura portuguesa, ainda quase desconhecida. O tema forte deste ano são os instrumentos do Ciclo Pastoril - onde se insere, claro, a Gaita-de-fole. A edição deste ano (a maior de sempre) inclui grupos de praticamente todo o país: Gaiteiro Dias - Deilão - Bragança; Gaiteiros Tíbia de Varge - Bragança; Gaiteiros da Serra da Coroa - Zido- Vinhais; Gaiteiros da Freixiosa - Miranda do Douro; Zéfiro Galvão – Miranda do Douro; Gaiteiros de La Raia - Constantim; Gaiteiros de Serapicos – Vimioso; José Maria Fernandes - Gaiteiro de Urrós, Mogadouro; Lenga-Lenga - Sendim; Toni das Gaitas - Porto; Zés-Pereiras de Ribeirinho - Parada - Arcos de Valdevez; Zés-Pereiras "Os Divertidos" - Delães, Famalicão; Zés-Pereiras "Os Delaenses" - Delães, Famalicão; Zés-Pereiras "Os Cartolas" - Barcelinhos – Barcelos; Grupo de Gaiteiros de Sanfins do Douro; Grupo de Gaiteiros “Os Reis da Farra” - Anadia; Popularis - Anadia; Os Carriços - Mealhada; Grupo de Gaiteiros “Os Unidos” - Condeixa; Os Gaiteiros da Alegria -Soure; Os "Barulhentos de Charneca" - Pombal; Os Três de Portugal - Cantanhede; Os Dinâmicos – Soure; Grupo de Gaiteiros do Pombal; Grupo de Gaiteiros “Os Amigos de Lamarosa” - Torres Novas; Gaiteiros do Espírito Santo do Carregueiro – Tomar; Gaitilena - Gaiteiros da Batalha; Gaiteiros das Caldas da Rainha; Gaiteiro de Casalinho das Oliveiras - Lourinhã; Joaquim Roque -Torres Vedras; Gaitafolia (Associação Gaita de Foles); Gaiteiros de Palmela; Gaiteiros da Carregueira - Pinhal Novo. O Encontro de Gaiteiros é um ponto de chegada, para a geração de Gaiteiros que manteve a tradição viva; mas é também um ponto de partida: é também graças a estes Encontros que os novos Gaiteiros aprendem e recuperam algo que muitos pensavam perdido. Conheça ainda estes Encontros, a sua importância para a recuperação da Gaita-de-fole em Portugal e claro, as reportagens sobre as edições anteriores e os participantes e programa deste ano. Estão agora também disponíveis informações sobre alojamentos para estadia no fim-de-semana de 18 e 19 de Setembro no Fundão.

Arrefole em Concerto, em Gaia e Matosinhos
A Convite da Fnac, o grupo Arrefole inicia o mês de Setembro com duas actuações em V. N. Gaia, no Gaiashoping dia 3 de Setembro, às 21:30h e em Matosinhos, no Norteshoping, nos respectivos Foruns Fnac, dia 5 de Setembro, às 17:00h . Em ambos os dias serão demonstrados os temas da última maqueta (a que o grupo prefere chamar "estudo"), onde contarão com a presença de dois músicos convidados.

Gaiteiros de Lisboa ao vivo, em Gaia
Com uma primeira parte assegurada pelos Tocándar, grupo de percussões da Marinha Grande, os Gaiteiros de Lisboa irão sunbir ao palco instalado no Cais de Gaia, a propósito do Festival Convivências. Actualmente os Gaiteiros de Lisboa apresentam ao vivo temas seleccionados de toda a discografia do grupo, tendo "recuperado" para palco alguns desses temas que marcaram a carreira do grupo. Para ver no dia 11 de Setembro, a partir das 21:30h. (fonte: at-tambur)

Festival de Gaiteiros, em Coimbra
Coincidente com o 4º Encontro Nacional de Gaiteiros (no Fundão), apresenta-se no dia 18 de Setembro, em Coimbra, o "I Festival Internacional de Gaiteiros", um evento com actuações de vários grupos de gaitas-de-fole de vários países e alguns grupos portugueses.
Os grupos convidados são, entre outros, a Banda de Gaitas de Ourense (Galiza); Bagad Kemper (Bretanha), Banda de Gaites Candás (Astúrias) e a Banda La Sacairada (Catalunha). Os grupos portugueses serão os Gaiteiros de Lebução (Portugal), Os Romanos (Condeixa), Zéquimfim (Chelo, Coimbra), Os Três Amigos (Cabouco, Coimbra), Boinas Pretas (Ribeira de Frades, Coimbra), Os Amigos da Farra (Casal da Charneca, Soure), Flamínio de Almeida (Casal da Misarela, Coimbra), Ls Gaiteiros D’ La Raia e Lenga Lenga (Miranda do Douro), Gaiteiros de Bila Chana de Barcenosa (Miranda do Douro), Grupo Anaquiños da Terra e Gaiteiros Nacionais (Porto). A tónica deste evento é sobretudo centrada à volta das "bandas de gaitas", formações recentes surgidas na Galiza e Bretanha francesa, a partir da influência do formato das bandas militares escocesas. O evento conta ainda com uma conferência com a participação de Abílio Topa (Portugal), Bernard Garaj (Eslovénia) Jean-Pierre Van Hees (Bélgica) Manuel Garrido (Galiza) e Jean-Luc Matte (França).

Curso Mensal de Concertina, em Águeda
O enraizamento da concertina no trabalho musical da d’Orfeu é uma tradição construída a partir da ligação umbilical de Artur Fernandes à associação. Com o desenvolvimento de novos repertórios para a concertina e com o seu incremento nos processos pedagógicos do Curso Tocata, em funcionamento na d’Orfeu, vêm-se registando entusiasmadas afeições ao redescoberto encanto do instrumento. Dando resposta à procura, à escala nacional, de formação neste instrumento, a d’Orfeu anuncia assim este Curso Mensal de Concertina, a funcionar já a partir de Outubro de 2004, em Águeda, dirigido a todos os níveis (iniciação ou aperfeiçoamento). O Curso está organizado em blocos de 3 horas concentradas num único fim-de-semana em cada mês. A data de arranque é no fim de semana de 7, 8 e 9 de Outubro (Sexta das 19h-22h; Sábado das 10h-13h; Sábado das 15h-18h e Domingo das 10h-13h). A mensalidade é de 30€ por bloco (cada aluno pode frequentar mais que um bloco). As sessões serão aulas de grupo com enfoque tanto individualizado como colectivo (3 a 6 alunos por bloco), sob orientação do formador, para desenvolvimento da técnica e repertório do instrumento. (fonte: at-tambur)


I Curso "Xarabal" – 20º aniversário
A banda de gaitas galega Xarabal, uma das mais reputadas formações musicais da Galiza, nascida na prestigiada Universidade Popular de Vigo, está a organizar, em Vigo, de 24 a 26 de Setembro, um curso de música tradicional dedicado a todos os aspectos da música tradicional galega, e lecionado por grandes mestres, talvez desconhecidos em Portugal, mas justamente aclamados na Galiza. Uma oportunidade rara, para um curso que se adivinha muito concorrido.
Os cursos incluem palestras e aulas práticas dedicadas a cada um dos temas. O elenco desse curso é de luxo: Gaita: Abraham Fernandez - Percussão: Alberto Costas – Afinação de Palhetas: Antón Corral - Requinta: Jose Liz - Baile: Miguel Souto - Pandeireta e Canto: Xurxo "Trebón" - Sanfona: Paulo Gonzalez.
As palestras contam ainda com outros tantos nomes sonantes: Marcos Campos, Anxo Lorenzo, Anxo Pintos (Berrogüetto), Guadi Galego (Berrogüetto), entre outros. Depois de cada curso haverá sessões de música livre, em vários bares da cidade.
A inscrição tem o valor de 90 euros por cada especialidade, com alojamento e pensão completa incluídas nos dias 24 e 25. O valor sem pensão ou alimentação é de 45 euros. O valor da inscrição em dois cursos é de 145 euros (com pensão) e de 90 euros (sem pensão).
As inscrições estão abertas até 20 de Setembro, através do e-mail: [email protected] - os pagamentos podem ser feitos através da conta 2080 0217 38 004000463 de CaixaNova. Os inscritos devem apresentar-se no dia 24 na Associação de Vizinhos "Val do Fragoso" Rua Val Miñor 1-3 (Vigo). Mais informações em [email protected] ou www.xarabal.org


Chocalhos 2004: nos Caminhos da Transumância
A Câmara Municipal do Fundão organiza, de 17 a 19 de Setembro e, pelo terceiro ano consecutivo, o Chocalhos 2004 – Festival dos Caminhos da Transumância. Os caminhos da transumância voltam a ser povoados pelo Chocalhos. Este ano, os trilhos percorridos pelo Festival encontram um espaço onde a pastorícia também quer fazer perdurar a sua memória. São caminhos que unem gados, gentes e horizontes para além das fronteiras e ao sabor da música, como aliás o fazia a própria transumância. O programa deste ano é em cheio: os eventos do festival incluem a Oficina da Palheta; Acampamento “Rotas da Transumância”; IV Encontro Nacional de Gaiteiros; Percurso pedestre com rebanho; Feira dos Caminhos da Transumância e muito, muito mais - conheça o programa completo!

Aqui há baile - na Amieira do Tejo
No fim-de-semana de 3 a 5 de Setembro a Pédexumbo propõe um programa cheio de música e baile, na Amieira do Tejo. A própria viagem, patrocinada pela CP, será feita ao som de música tradicional ao vivo, no comboio do Entroncamento até à Barca de Amieira. Depois da chegada à Amieira do Tejo, o programa divide-se em oficinas de danças do Algarve, Alentejo, Trás-os-Montes e Beiras e claro, bailes (com a presença dos Galandum Galundaina) mas também haverá oportunidade para trocar e debater ideias sobre a dança, com o debate aberto “Bailes de Antanho”, com os investigadores Carla Nunes, José Alberto Sardinha e Lia Marchi que apresentarão o fenómeno numa perspectiva dinâmica - da memória do baile em tempos idos até à sua configuração no mundo contemporâneo e o seu papel na construção da identidade pessoal e colectiva. Um programa excelente, a não perder. Programa, inscrições e informações completas

Gaitafolia no VII Festa da Terra
Famalicão da Serra acolhe o VII Festival de Cultura Popular "Festa da Terra", nos dias 28 e 29 de Agosto. A edição deste ano inclui, no sábado, dia 28, a actuação dos grupos “NemFáNemFum”, After Dixie, Banda Filarmónica de Famalicão, Andrés Stagnaro (Uruguai), Gaitafolia e Sebastião Antunes Trio.
Para além dos concertos e animações de rua, outras actividades incluem uma Oficina de demonstração de construção de Gaita de Foles (pela Associação Gaita de Foles) e demonstrações de instrumentos musicais da Exposição de Intrumentos do Mundo, de Sebastião Antunes. Programa completo

Escola de Gaitas: abertura de pré-inscrições
A Escola de Gaitas da Associação Gaita de Foles já abriu as pré-inscrições para os cursos de Iniciação à Gaita de Fole de 2004/2005.
O formulário de pré-inscrição e todas as informações sobre o curso estão disponíveis no site.
O curso de iniciação, com a duração de um ano lectivo, para além de se destinar a ensinar a tocar gaita-de-fole, inclui noções teóricas e práticas de afinação, solfejo, técnicas de execução e adornos, conceitos fundamentais de História do instrumento, Etnomusicologia e contextos culturais, etc, com os quais se procura formar não apenas simples músicos ou gaiteiros, mas também pessoas atentas, capazes de interpretar e avaliar a riqueza do instrumento e o contributo português para a sua diversidade mundial.
O prazo de pré-inscrição termina a 30 de Setembro. Os resultados das pré-inscrições serão divulgados até ao dia 4 de Outubro (as vagas disponíveis são limitadas). Os sócios da Associação Gaita de Foles e da Incrível Almadense têm descontos no pagamento das mensalidades e não são necessários conhecimentos musicais anteriores.
Consulte todas as informações sobre calendário, mensalidades, horários, objectivos e faça também a sua pré-inscrição on-line, aqui

Galiza: Exposição de Instrumentos de Música Tradicional
No dia 15 de Julho inaugurou-se na 'Casa das Campás', em Pontevedra, a exposição de instrumentos tradicionais galegos do músico e investigador Pablo Carpinteiro. Trata-se duma vasta e completíssima colecção de aerofones, (onde se incluem numerosos exemplares antigos de gaitas-de-fole que reconstituem praticamente a história do instrumento na Galiza) idiofones, etc, que ilustram de forma ímpar o percurso da música galega. Todos os instrumentos estão ainda amplamente documentados e apoiados por uma grande colecção de fotografías antigas. Pablo Carpinteiro é um dos mais importantes e reconhecidos músicos e investigadores de gaita-de-fole e outros instrumentos galegos, com um trabalho vastíssimo, que abrange inclusivamente alguns aspectos da música tradicional portuguesa. 
A sua colecção de instrumentos possui exemplares antigos raríssimos, de valor inestimável para a compreensão da história da música popular do noroeste peninsular. A exposição durará aproximadamente um mês, e para além de ser de visita quase obrigatória, constitui também uma oportunidade para visitar Pontevedra nos dias 30 e 31, quando também terá lugar uma exposição de artesãos de instrumentos tradicionais galegos. No dia 31 de Julho é possível assistir ao V Concurso de Gaitas "Memorial Ricardo Portela"; um concurso de gaiteiros onde competem os melhores e mais virtuosos gaiteiros galegos e por onde já passaram nomes bem conhecidos desse universo.

Portocéltico: Concerto de Final de Curso
No dia 17 de Julho, a partir das 21:30 horas, em Pedrouços, na Maia, 
a associação Portocéltico organiza um concerto de final de curso: os 
alunos do Curso de Gaita de Fole e Percussão galega, apresentam os 
resultados da aprendizagem e exploração das sonoridades muitos 
próprias dos instrumentos aos quais se dedicaram de corpo e alma, 
sob a tutela de Maria Xosé López (ex-Muxicas e Anamoura). O grupo trará consigo temas tradicionais que fizeram parte da seu percurso pedagógico, fazendo também jus às suas capacidades e talentos. Na segunda parte deste concerto actuarão ainda os Arrefole, que apresentam nessa ocasião uma nova formação e novos temas. A entrada para o concerto custa 5 euros.

Penalva do Castelo: II Encontro de Musica Tradicional
No dia 8 Agosto, celebra-se em Penalva do Castelo o II Encontro de 
Musica Tradicional, no próprio Castelo de Penalva. O programa 
começa logo pela tarde, às 16:30, com uma "sardinhada popular" e um 
jantar às 19:00 horas. Depois, é a vez dos concertos com os “Talhar 
O Eito
” (Grupo de Cantares Pena Alba, Castelo); “Amigos do Cante “ 
de Cuba, Alentejo; “Gaiteiros de La Raia” de Miranda do Douro e as 
Concertinas Flor do Sabugueiro” de Tarouca. Uma boa oportunidade 
para continuar ao ritmo da música tradicional, depois do Andanças, 
que finda no dia 7 de Agosto.

Andanças - de 1 a 7 de Agosto

A PédeXumbo renova a aposta bem sucedida que é o maior festival de 
música e dança tradicional de Portugal: o Andanças.
Na sua 9ª edição, a decorrer de 1 a 7 de Agosto, o Andanças vai 
reunir no mesmo espaço todos os que chegam, "não para ver, mas 
para fazer", na Aldeia de Carvalhais, em São Pedro do Sul.
Um espaço de partilha e resultado do trabalho que a associação 
PédeXumbo realiza no campo da divulgação das danças tradicionais, o 
Andanças continua assente no conceito de “cultura participativa”. 
Durante o dia, decorrem as oficinas de dança (entre muitas outras 
actividades) e à noite os já conhecidos bailes, onde músicos de todo 
o mundo participam na grande festa da música e dança, para um 
público entusiástico e infatigável. Eis alguns grupos esperados para 
este ano: Espanha: Mikelats (País Basco); La Yedra; 
Kcachaka-Karrakachaka; Os Carunchos (Galiza) - Itália: Spakkabrianza 
(Norte); Le Striare (Sul) - França: Vachinton.G; Minuit Guibolles; Les 
Aminches; Cie Coclet - Portugal: Monte Lunai, Uxu-Kalhus, 
Gaitafolia, EGG, Muuuu!!!!, Master Mixadada, Kulirimar, Danças e 
Toques do Caramulo, Dazkarieh, Beltane - Bélgica: Naragonia Quartet - 
Rússia: Dobranotch.
O festival tem crescido em público todos os anos 
e esta poderá ser, provavelmente, a maior edição de sempre.
O programa provisório já foi divulgado - conheça todas as informações 
sobre os grupos musicais, oficinas, programação, actividades, preços 
e condições


Saint Chartier: O Festival dos Festivais!
A 28ª edição do festival de Saint Chartier tem lugar de 10 a 14 de 
Julho de 2004, em Saint-Chartier, próximo de La Chatre, em França. 
Este é provavelmente o maior festival europeu a congregar músicos, 
artesãos e público para uma semana cheia de concertos, bailes, 
encontros informais entre músicos e claro, a feira de artesãos de 
instrumentos musicais de toda a Europa e mesmo de outros 
continentes. Portugal está representado este ano pela Associação 
Gaita-de-Foles, na presença dos artesãos Victor Félix e Mário 
Estanislau, construtores de Gaita-de-foles (Transmontanas, galegas, 
smallpipes, etc) e cordofones portugueses diversos. Aliás, a presença 
portuguesa é crescente de ano para ano e não se resume apenas a 
artesãos ou músicos; uma comunidade de fãs de música "Trad" faz 
autênticas peregrinações ao festival...
Saiba mais, neste breve artigo sobre o Festival de Saint Chartier e veja ainda algumas foto-reportagens

Mestiçal Peninsular
Já decorre o Mestiçal Peninsular, um evento musical organizado pela 
Dorfeu, que traz aos palcos de Águeda alguns dos melhores nomes da 
música tradicional. O tema forte desta edição são as culturas de 
Portugal e de Espanha, reunindo grupos tão diversos como os 
Dazkarieh (Portugal), as Faltriqueira (Galiza), Oreka Tx (País Basco), 
Uxu Kalhus/Os Chocalhos (Portugal) e Eliseo Parra (Extremadura 
espanhola). De 10 a 22 de Julho, em Águeda. Saiba mais!

Trebilhadouro - IV Edição
Nos dias 23, 24 e 25 de Julho, a Rasgo - Associação Teatral, leva a 
efeito a 4ª edição do Trebilhadouro- IV Festival de Artes e Culturas 
Tradicionais. Este festival contará com a presença dos grupos Imbolc, 
Roldana Folk e Muuuu!, bem como muitas outras actividades, oficinas 
de artes tradicionais, danças, gastronomia, artesanato, etc.
Em Vale de Cambra, este projecto visa preservar a aldeia abandonada 
do Trebilhadouro, uma aldeia que à semelhança de tantas outras no 
interior português, está hoje deserta. Com o intuito de preservar a 
aldeia abandonada do Trebilhadouro, em Vale de Cambra, o evento 
pretende reunir, no mesmo espaço, as artes e as culturas que 
permanecem na memória colectiva, sobre as comunidades do interior 
de Portugal. Saiba mais!

Tributo a Giacometti, em Setúbal
No próximo dia 26, Sábado, a partir das 15 horas, terá lugar no Museu do Trabalho, em Setúbal uma sessão dedicada ao etnógrafo Michel Giacometti, intitulada “As Tradições do Mundo Rural: Tributo a Giacometti”. A sessão incluirá a projecção do documentário “Polifonias – Paci è Saluta, Michel Giacometti”, realizado por Pierre-Marie Goulet e produzido por Paulo Trancoso, que estarão presentes para comentar o filme. Seguir-se-á um debate sobre o resgate de tradições do mundo rural, com Luísa Tiago de Oliveira (do ISCTE e uma das colaboradoras nas recolhas orientadas por Giacometti em 1975), e de Jorge Freitas Branco, director do Departamento de Antropologia do ISCTE e um dos responsáveis pelo estudo da colecção etnográfica de Michel Giacometti, patente no Museu. Estarão também presentes membros do grupo Casa Rural (Palmela) e o Grupo Coral de Peroguarda “Alma Alentejana".


Academia de Ançã: Dias e Noites de Música

A Academia de Música de Ançã, instituição onde se leccionam vários cursos de música (que incluem instrumentos de música tradicional, um caso raro em Portugal), vai trazer, entre 27 de Junho e 4 de Julho, Oficinas de Percussão e Gaita-de-foles, Bailes de Danças Europeias e Concertos.
No dia 27 de Junho e 3 e 4 de Julho, terá lugar a Oficina de Percussão com "Quiné" (Brigada Victor Jara); no dia 29 de Junho, Oficina de Danças Europeias; no dia 2 de Julho, a Noite de Danças e Músicas Tradicionais Europeias, com Tuna de Ançã, Popularis e Uxu Kalhus; e finalmente, no dia 4 de Julho, uma Oficina de Gaita-de-foles (Afinação, Grupos e Repertórios) com Paulo Marinho (Gaiteiros de Lisboa). As inscrições para as oficinas de percussão e gaita-de-foles têm prazos limitados.
Contactos, Inscrições e Programa Completo!

Chocalhos na Estrada
Os míticos Os Chocalhos (Uxu-Kalhus) estão prestes a terminar a gravação do seu primeiro CD; entretanto, para os seguidores fiéis dos bailes explosivos da banda, ficam as datas da sua agenda de concertos: no dia 26 de Junho Sábado, às 22 horas, actuarão em Setúbal (na Festa da Sardinha) - eis uma boa oportunidade para visitar antes o Museu do Trabalho e assistir ao Tributo a Michel Giacometti, que terá lugar das 15 às 20 desse mesmo dia. No dia 2 de Julho, 6ª feira, a partir das 21H30, estarão presentes na Academia de Ançã (Coimbra), com mais convidados, para uma festa memorável, dedicada à música tradicional. Finalmente, no dia 9 de Julho 6ª feira, estarão em Montemor-o-Novo, dia 19 de Julho 2ª feira, em Águeda, no dia 23 de Julho, à noite, em Torres Novas. Em Agosto, há ainda uma actuação no dia 1, domingo à Noite, em São Braz de Alportel, seguida, claro, pela passagem no Festival Andanças (de 1 a 7 de Agosto, em Carvalhais, São Pedro do Sul) a partir de 4ª feira, dia 4 de Agosto.

Vem aí o Andanças 2004
O Andanças - Festival Internacional de Danças Populares, já tem data anunciada, a acontecer mais cedo este ano; vai ser de 1 a 7 de Agosto, em São Pedro do Sul.
A associação PédeXumbo traz de novo ao terreiro a dança e a música tradicionais. Na sua 9ª edição, de 1 a 7 de Agosto, o Andanças vai reunir no mesmo espaço músicos e público, para as já conhecidas oficinas de dança, concertos, bailes e espaços de convívio informal entre músicos de todo o mundo. O número de pessoas que frequenta o festival tem crescido todos os anos e espera-se que esta seja a maior edição de sempre. Mais informações estão já disponíveis no site www.pedexumbo.com

At-Tambur entre os nomeados para o Prémio José Afonso
At-Tambur, Cristina Branco, Fausto, Filipa Pais, Janita Salomé, Kátia Guerreiro, Mafalda Arnauth, Pedro Caldeira Cabral, Ricardo Rocha, Sérgio Godinho e Ronda dos Quatro Caminhos, são os nomes dos nomeados para o Prémio José Afonso 2003, que selecciona os melhores álbuns editados em cada ano. Este prémio destina-se a galardoar um álbum inédito de música portuguesa cujos temas tenham como referência a cultura e história do nosso país. Nomes como Fausto, Vitorino, Sérgio Godinho, Júlio Pereira, José Mário Branco, Amélia Muge, Vai de Roda, Né Ladeiras, Carlos do Carmo ou Gaiteiros de Lisboa constam na galeria de vencedores de edições anteriores. O Prémio José Afonso é promovido pela Câmara Municipal da Amadora e é decidido por um Juri constituído por personalidades ligadas à música, ao jornalismo e à produção cultural: António Vitorino de Almeida, Carlos Pinto Coelho, Olga Prats, Pedro Pyrrait, Fernando Magalhães e Viriato Teles. Mais informações sobre o grupo e o CD em www.attambur.com
(fonte: attambur.com)

Instrumento musical de madeira com mais de 4000 anos descoberto no condado de Wicklow, na Irlanda
Notícias nos jornais irlandeses durante a semana trouxeram a lume a descoberta de um instrumento musical num "fulacht fiadh" (forno rudimentar) numa escavação arqueológica no condado de Wicklow, na Irlanda, perto da povoação de Greystones, a sul de Dublin.
A descoberta foi feita pela equipa da arqueóloga Margaret Gowen, que estava a preparar o terreno antes da sua utilização para um projecto de construção civil. Este é, até à data, o mais antigo instrumento musical de madeira descoberto em todo o mundo. Relatos e fotografias foram já divulgadas em vários jornais irlandeses e um artigo mais detalhado sobre a descoberta está para ser publicado no próximo número da "Archaeology Ireland", nas próximas semanas. 
Entretanto, leia o artigo completo, veja fotos detalhadas e ouça ainda os sons produzidos pelo artefacto encontrado!


Pédexumbo: Bolsa de Instrumentos em Coimbra
Ainda em Coimbra, terá lugar no Sábado, dia 19 Junho, às 22:00 horas, nos Jardins da Associação Académica de Coimbra, a entrega da Bolsa de Instrumentos Pédexumbo. Esta bolsa foi criada pela Pédexumbo para propiciar a aprendizagem de instrumentos de música tradicional a todos os bolseiros que se inscreveram no programa. Este programa tem contado com o apoio de outras instituições parceiras (entre as quais as associações Dorfeu e Gaita de Foles), que fornecem também alguns instrumentos. A cerimónia de entrega dos instrumentos, seguida de um baile, contará com a participação dos músicos, bolseiros, músicos do GEFAC e outros interessados. Paralelamente haverá também um workshop de danças tradicionais europeias na Galeria-Bar Santa Clara, das 15h às 19h, que à noite se juntará ao baile.


L burro i l gueiteiro

Depois de uma primeira edição com bastante sucesso, voltam os passeios de burro em Miranda do Douro, ao som da gaita-de-foles. Este evento permitirá aos participantes descobrir as Terras de Miranda por aldeias, caminhos e estradas mouriscas, de burro e ao som da gaita. Os objectivos centrais desta edição prendem-se com a divulgação da música tradicional, da raça autóctone do Burro mirandês, da gastronomia e de jogos tradicionais. Este ano serão incluídos, pela primeira vez, ateliers de danças tradicionais (pauliteiros, danças mistas e baile tradicional). A língua mirandesa estará em destaque durante todo o evento, bem como a música com a participação de vários gaiteiros de toda a Península Ibérica.
Esta é sem dúvida uma boa oportunidade de fazer ecoturismo nas Terras de Miranda, aliado a um “curso intensivo” de cultura tradicional Mirandesa!
Para mais informações e inscrições consulte: www.galandum.co.pt/eventos.html Este evento é organizado por Galandum Galundaina - Associação Cultural e AEPGA (Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino).

Festival Granitos Folk, de 17 a 19 Junho
Surge um novo festival, o Granitos Folk, com o objectivo de divulgar a música tradicional. Na sua primeira edição terá música galega, francesa, dos balcãs e portuguesa, para dar a conhecer ao público os sons de raizes populares.
Assim, os concertos terão o seguinte calendário: Dia 17 - quinta-feira 23:00: Lelia Doura; 23:45 Teatro D. Roberto (Teatro de Robertos, pelo Teatro de Marionetas do Porto); 00:30: Arre Fole. Dia 18 - sexta-feira 20:00: Comidinha e Bailarico (Jantar com animação musical); 23:00: Eduardo Monteiro (Sanfona e Voz); 00:15: Muuuu!!!
Dia 19 - sábado; 18:00: Palestra - História da Sanfona (por Eduardo Monteiro); 23:00: Comvinha Tradicional; 23:45: Nizzawi (espectáculo de dança oriental) e às 00:30: Mandrágora.

Encontros de Harpa Céltica 25, 26 e 27 de Junho
Em Xixon, nas Astúrias, a Escola de Música Tradicional La Quintana, em colaboração com a Fundação Municipal da Cultura do Ayuntamiento de Xixón, apresenta os Encontros de Harpa Céltica, nos dias 25, 26 e 27 de Junho. O local onde se realizarão estes encontros será no centro de cultura “Antigo Instituto” (C.C.A.I.), em Xixon. O programa começa na sexta, dia 25, a partir das 20 horas, com a apresentação do livro“A harpa e a sua presença nas Astúrias” por Daniel Garcia de la Cuesta. No Sábado 26, das 10 às 14 horas, terá início um curso de harpa céltica, pelo harpista galego Xavier Gomez, que durará toda a tarde, seguido de um concerto nocturno, com o professor e alunos do mesmo curso. No Domingo 27, das 10 às 14 horas terá lugar a continuação do curso de harpa, avaliação final e entrega de documentação e fecho da exposição. Para mais informações, contactar: (+ ind. de Espanha) 985332244 e 985182960; [email protected] . O valor das inscrições é de 29 euros.

Agenda Tocándar para o mês de Junho
Os Tocándar continuam a levar as percussões pelo país; eis a sua agenda de Junho: 05 Junho - Paraia da Vieira - 16.00 h - abertura da época balnear; 09 Junho - Abrantes - 21.30 h - festas da cidade; 13 Junho - Leiria - 15.00 h - Animação no EURO 2004; 19 e 20 Junho - Braga - Encontro Internacional de Gigantones e Cabeçudos; 25 Junho - Vila Velha de Ródão.

Tocárufar: percussões em movimento
O projecto de percussões portuguesas de Rui Júnior volta à estrada: conheça aqui a agenda completa dos Tocárufar, para o mês de Junho, com actuações em Lisboa, Sintra, Vilamoura, Braga, Açores, Barreiro e Montemor-o-Novo. Veja aqui a agenda completa

Danças Ocultas: Mês de Junho
Os Danças Ocultas continuam a apresentar o seu trabalho, já sobejamente reconhecido, à volta das concertinas, sempre de forma inspirada, original e inovadora. No mês de Junho estão previstas várias actuações em todo o país, com passagem por Melgaço, Porto e Lisboa. Para breve espera-se também a edição do seu mais recente disco “Pulsar”, para uma data ainda a definir. Eis a sua agenda: Junho, 19 (sábado) Melgaço, Casa das Artes, 22h00; Espectáculo: Danças Ocultas – Pulsar - Junho, 23 (quarta-feira) - Lisboa, Fórum Lisboa, 22h00; Espectáculo: Danças Ocultas – “Pulsar”; Com os convidados: Gabriel Gomes (Acordeão), Edu Miranda (Bandolim), Rui Júnior (Percussões) e António Augusto Aguiar (Contrabaixo). - Junho, 25 e 26 (sexta-feira e sábado) Porto, Teatro Nacional S. João: Espectáculo: Ballet Gulbenkian – White e Delicado; Na coreografia White (Paulo Ribeiro) e música ao vivo com os Danças Ocultas.


Na Mó de Vida, mais um Pé na Índia
No dia 9 de Junho tem lugar mais um Baile Pé-na-Índia, que decorre como sempre no espaço de Comércio Justo "MódeVida", no Pragal, em Almada. Este baile informal reúne músicos ao vivo, com acordões, gaitas, sanfonas, percussões várias e muito, muito mais. Estes bailes informais têm sido o espaço de reunião de muitos jovens músicos da música "tradicional", bem como adeptos das danças europeias e portuguesas. 
Um claro sinal do interesse crescente por esse universo, que tem talvez o seu expoente máximo no festival "Andanças", que decorre todos os anos em Carvalhais, São Pedro do Sul.

10 de Junho - Portugal e o Mundo, em Lisboa
A Câmara Municipal de Lisboa, em Parceria com a Pédexumbo, vai comemorar o Dia de Portugal (10 de Junho) de forma original; assim, decorrerão, no espaço da Baixa de Lisboa e em Monsanto, Oficinas de Dança Urbana (Hip Hop), actuações de Gaiteiros e Pauliteiros mirandeses, Oficinas de Percussão e ainda actuações dos Macacos das Ruas de Évora, Il Cru Fantastico e Os Chocalhos [Uxu Kalhus] que, a propósito, estão na recta final da gravação do seu primeiro trabalho discográfico.
Eis a agenda para 10 de Junho: Baixa de Lisboa; 17h00 - Workshop Dança Urbana (Hip Hop); 17h30 - Gaiteiros e Pauliteiros da Associaçon de Lhéngua Mirandesa; 18h00 - Oficinas de Percussão Volta Ao Mundo; 18h00 - Macacos das Ruas de Évora. Monsanto (Palco Keil do Amaral): 21h00 - Gaiteiros e Pauliteiros da Associaçon de Lhéngua Mirandesa; 22h00 - Uxu Kalhus; 00h00 - Il Cru Fantastico. Cancelado devido ao falecimento do Dr. Sousa Franco.

Lalin em Braga e Águeda
O Conservatório Folque de Lalin, na Galiza, prossegue a sua actividade imparável à volta da música tradicional e desta feita, com pontes até Portugal; no Sábado, dia 5 de Junho, às 13:00 horas, faz-se a apresentação da revista Cartafolk e um colóquio com o tema "Uma visão da actualidade do folk galego", com Oscar Lousada, crítico musical e jornalista galego. No dia 11 de Junho, a partir das 20:00 horas, tem lugar a apresentanção do controlador MIDI com digitação de gaita (o mesmo é dizer, uma "gaita electrónica", semelhante à popularizada pelo gaiteiro asturiano Hevia). Este aparelho é o "Master Gaita", desenvolvido pelo gaiteiro galego José Presedo, de Pontevedra. O modelo desta gaita midi e mais informações sobre o autor podem ser consultadas em http://www.arrakis.es/~jpresedo/ .
No Sábado, 19 de Junho, tem lugar a última aula de Pós-Graduação em Música Tradicional do Concelho de Lalin, em colaboração com a universidade de Santiago, com José Luis do Pico (professor associado do CMTF de Lalín na cadeira de "Teoria e método da música patrimonial").
Finalmente, no fim-de-semana de 3 e 4 de Julho, os membros do conservatório Folque de Lalin empreendem uma visita de estudo a Portugal, para visitar o Museu e Oficina de cordofones do artesão Domingos Machado, em Braga e a Associação D'Orfeu (com quem colaboram), em Águeda, onde se espera um convívio e troca de experiências entre músicos de universos muito próximos.

Dazkarieh no Convento do Carmo
Os Dazkarieh apresentam no dia 17 de Junho pelas 21.30h, nas Ruínas do Convento do Carmo, o seu segundo trabalho discográfico. Os Dazkarieh, agora com nova formação, que têm já um disco editado ("Dazkarieh", Bigorna, 2002) são um grupo de jovens músicos que junta, de modo original, instrumentos inesperados e exóticos, em conjunto com instrumentos de música tradicional (não só de Portugal, mas de todo o mundo), para criar um ambiente próprio, em que inclusivamente as letras são cantadas em línguas inventadas, de povos imaginários, mas que podiam existir no mundo que (não) conhecemos. Esperam-se algumas surpresas, como é habitual neste grupo. As entradas são a 7.5 euros e podem ser feitas reservas no endereço [email protected].

88 anos do Orfeão de Águeda
O Orfeão de Águeda comemora no próximo dia 19 de Junho o seu 88º Aniversário, com actuações do Coro Misto do Orfeão de Águeda, Coro Misto San Pedro de Cudillero (Astúrias - Espanha) e Banda de Gaitas Follateira (Ourense - Espanha). Fundado em 1916, o Orfeão de Águeda tem-se dedicado sobretudo à prática de cantos corais, teatro e actividades culturais diversas. O Coro Misto do Orfeão de Águeda é, presentemente, constituído por 60 elementos de ambos os sexos, estando a Direcção Artística, desde 1999, a cargo do Maestro Prof. Sérgio Brito, tendo como adjunto o Maestro António Luis de Brito. A celebração do 88º aniversário terá lugar no Cine-Teatro S. Pedro, em Águeda, a partir das 21:30 horas.

Livro: Vozes do Povo
No dia 5 de Julho, às 18:00 horas teve lugar na Livraria do Rivoli Teatro Municipal a apresentação, feita pelo Prof. Doutor Augusto Santos Silva, do livro "Vozes do Povo, a Folclorização em Portugal", de Salwa Castelo-Branco e Jorge Freitas Branco. Este livro é dedicado ao universo da etnografia portuguesa e sobretudo à análise das suas concepções folclorizadas. Uma obra deste tipo resulta particularmente oportuna, numa altura em que surgem na música portuguesa novos movimentos musicais, que tentam seguir novos caminhos e inventam tradições, à semelhança do que foi feito no passado recente em Portugal. Paralelamente a estes movimentos, atentos às supostas raízes portuguesas, continuam a persistir velhas noções de uma certa música portuguesa, hoje folclorizada. Esta publicação conta ainda com a colaboração de mais de 30 reconhecidos estudiosos portugueses de várias áreas, para além da etnomusicologia e etnografia. O livro está publicado pela Celta Editora e pode ser adquirido também no seu site, aqui: http://www.celtaeditora.pt/Livro.asp?Titulo=263

Mistérios da Páscoa em Idanha
No passado dia 5, decorreu na Casa do Brasil, em Santarém, o lançamento do livro "Mistérios da Páscoa em Idanha" - de António Silveira Catana, Hélder Ferreira e
João Azevedo. Esta apresentação inclui uma inauguração de Exposição temática de fotografia e a actuação de grupo de Adufeiras de Idanha-a-Nova, “Canto das Almas”.

V Sons Autóctones, em Santarém
Em Santarém decorrerá no dia 29 de Maio o "Sons Autóctones", na sua quinta edição, dedicada aos sopros e percussões. Esta mostra de instrumentos e músicas tradicionais incluirá uma Exposição, Colóquio com vários convidados e ainda um Espectáculo final, com grupos de Miranda do Douro, Portalegre, Ibiza, Ousilhão, Galiza, Vale de Santarém, etc. O colóquio conta com a presença de António João César (Etnomusicologia da Universidade Nova de Lisboa); Carla Raposeira (INATEL); Iria Garcia (Directora do grupo de gaitas Frouma, Galiza) e Rui Júnior (Tocá Rufar). O espectáculo final incluirá Percussões, Sopros, Tamborileiros, Gaita Mirandesa, Instrumentos de Ibiza, Gaitas da Galiza e Percussões portuguesas. Tudo a partir das 14:00 horas, no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém. 
Conheça o programa completo




Galiza: Re-Elabora-Sons, em Lalín

Os alunos e professores do Conservatório de Música Tradicional e Folque de Lalín apresentam no dia 28 de Maio o seu primeiro espectáculo "folk": “Re-Elabora-Sons”, uma iniciativa nova onde o público poderá apreciar a integração de várias linguagens artísticas, resultantes do trabalho de ensino e pesquisa de música tradicional galega levado a cabo por esta instituição (que tem colaborado activamente com outras instituições portuguesas também dedicadas ao universo da música tradicional; como a D’Orfeu, mais recentemente). Um espectáculo actual, jovem e dinâmico onde se integram a imagem, a música, o baile e a palavra, construído a partir da criatividade e formação dos músicos desta escola, desenvolvido e apoiado por grandes nomes da música galega, como a sobejamente conhecida Uxia Pedreira ou Guadi Galego e Quim Farinha (Berrogüetto), Edelmiro Fernandez, entre muitos outros, num espectáculo que inclui professores e alunos de Gaita-de-fole, Acordeões, Sanfonas, Requintas, Violinos, Oboé, Percussões e Vozes. Saiba Mais


Galiza: IV Encontros De Música Tradicional
Em Silleda, na Galiza, várias associações locais organizam-se para promover um ciclo de concertos, debates, conferências e actuações à volta da música e cultura popular galega, a acontecer nos dias 5 e 6 de Junho. Em foco está a recente popularidade do género musical "folk" ou "tradicional" e o caminho que este tem percorrido, para o bem ou para o mal, na Galiza e que é aqui objecto de reflexão. Um programa de festa de dois dias, no cenário do histórico mosteiro de Carboeiro, com um número impressionante de grupos musicais e outros convidados que vêm animar a festa. O mais importante, e o objectivo que orienta as agrupações, solistas e conferencistas presentes, é aproveitar a força do movimento de recuperação da música e cultura popular que se vive neste momento e fazer uma pausa para reflexão; sobre o que foi feito e o que está a ser feito; sobre os erros e benefícios, vícios ou virtudes trazidos pela súbita popularidade de tal movimento... Saiba Mais


Tocadores Brasil: Homem, Terra, Música e Cordas
A Associação Pédexumbo, em colaboração com o Instituto Camões, Associação D'Orfeu e o Centro de História de Arte da Universidade de Évora, está a organizar uma série de palestras sobre o tema "Tocadores: Homem, Terra, Músicas e Cordas", que será proferida por Lia Marchi, Luis Stein e Zig Koch e acompanhada pela projecção de dois documentários realizados no âmbito do trabalho de investigação levado a cabo em localidades do Brasil Central (Estados de Minas Gerais, Goiás e Entorno do Distrito Federal) e Litoral Sul (São Paulo, Paraná e Santa Catarina) . A vinda desta equipa a Portugal tem também como objectivo o inicio de um novo trabalho de pesquisa no âmbito da etnomusicologia. Estas Conferências e projecção de documentários terão lugar em Lisboa, Évora e Águeda, de 18 a 20 de Maio
Informações completas


Gaitafolia em Bordéus
Na localidade de Uzeste (Bordéus), em França, decorre a sexta edição da "Heste et Feire de Mai" (Festa e Feira de Maio). Esta feira de gado é o pretexto para organizar um ciclo de concertos e actuações de grupos de música tradicional - sobretudo dedicadas à Gaita-de-fole, que decorrerão nos dias 14, 15, e 16 de Maio. Aos sons das Gaitas-de-fole portuguesas somar-se-ão também os trazidos por grupos da Gasconha, Bretanha, País Basco e Aragão. Assim, na Sexta, dia 14, actuarão os La Varda e os Trencavel (França); no Sábado, dia 15, espera-se a presença da Bagad Ker Vourdel (Bretanha), Soufleurs de Gascogne (Toulouse), Gaitafolia (Portugal), Quatro Kabras Folk (Aragão, Espanha), Alan le Buhé (Bretanha), Didier Durassier (Bretanha) e os Tambores y Bombos (Teruel, Espanha).
No Sábado, dia 15, inaugura-se uma Feira de artesanato e uma Exposição de Instrumentos (Acordeões e Gaitas-de-fole), com as actuações nocturnas de Kepa Junkera (País Basco) e Dulcimer (Irlanda). A festa termina no Domingo 15, com o concerto de Eusebio Mayalde e Pilar (Salamanca, Espanha).


XIII Encontro de Xeremiers e Gaiteiros
No próximo Domingo, 16 de Maio, a partir das 11:30, terá lugar o XIII Encontro de Xeremiers e Gaiteiros, em Ses Voltes (Palma de Maiorca, Espanha). Este evento, organizado pelo Centro Galego de Maiorca em colaboração com o "Ajuntament de Palma", surgiu originalmente como ponto de encontro entre duas referências da cultura galega e maiorquina: as Xeremies maiorquinas e a Gaita galega, (duas Gaitas-de-fole diferentes, de origens diferentes) e que com o passar dos anos integrou também convidados de outros países, que têm a gaita de fole como instrumento privilegiado.
Desta forma, para além de uma grande quantidade de xeremiers maiorquinos e gaiteiros galegos, passam pelo encontro músicos oriundos de outras zonas de Espanha, como Zamora ou Astúrias, mas também de países como a Escócia, Irlanda, França, Bélgica, Alemanha ou Portugal. Este ano, estarão presentes a Banda de Xeremies de l'Ajuntament de Palma (Xeremies - Maiorca); Banda de Gaitas Anaquiños do centro galego de Maiorca (Gaita galega - Galiza); Inácio Alonso (Gaita galega - Galiza); Laura Merchán (Gaita de Sanabria e Aliste - Espanha); a representar Portugal, estará o gaiteiro André Ventura (Associação Gaita de Foles) com a sua Gaita Transmontana.
Mais sobre os grupos participantes


Faro: Maratona de Acordeão
A associação Música XXI promove nos dias 2 a 12 de Junho, no Teatro Lethes, em Faro, uma autêntica maratona dedicada ao acordeão, com concertos e "master-classes".
Os quatro concertos terão lugar no Teatro Lethes, sempre às 21:30 horas e começarão no dia 2 de Junho, com o Quarteto Al’cordeão, a 5 de Junho, o Duo Paris-Moscou (Domi Emorine e Roman Jbanov), a 9 de Junho, com Vladimir Zubistky e a 12 de Junho, com Paulo Ferreira.
As "Master-class" decorrerão no mesmo espaço, com aulas de manhã, das 10h às 13h e à tarde, das 15h ás 17h. Eis as datas:
2 de Junho - Oficina de acordeão, com o mestre José Domingos Horta;
5 de Junho: Masterclass com Domi Emorine e Roman Jbanov;
9 de Junho: Masterclass com Vladimir Zubistki
12 de Junho: Masterclass com Paulo Ferreira.
Mais informações em http://musicaxxi.outrasmusicas.com/
Contacto: [email protected]


UxuKalhus no Chapitô
Com o CD de estreia à porta, os UxuKalhus (Os Chocalhos) continuam a sua demanda de pôr o maior número possível de pessoas a dançar por esse país fora. No próximo sábado, dia 15 de Maio, pelas 22 horas, o grupo irá montar a tenda no Chapitô (Rua da Costa do Castelo, nº 1 / 7 Lisboa), em Lisboa, com um baile onde não irão faltar mazurcas, círculos, malhões, e outras danças que tais. A festa, como é habitual como os Chocalhos, promete ser de arromba.


Galiza: Revista Etno-Folk quase nas bancas
No próximo dia 13 de Maio, a partir das 20:00 horas, irá decorrer no auditório do Conservatório Profissional de Música de Vigo, na Galiza, a apresentação da revista de etnomusicologia "Etno-Folk", apresentada por Xavier Jurado (director do departamento de música tradicional do Conservatório superior de música de Vigo).
Esta revista estará à venda a partir de Outubro de 2004, terá dois números anuais e é coordenada pelos departamentos de música tradicional dos Conservatórios Superior e Profissional de música de Vigo. Nessa mesma ocasião, o professor de gaita Xosé Luís Miguélez apresentará a edição digital da mesma revista, www.etno-fok.com, que se poderá visitar a partir do dia 17 de Maio. Por ocasião da apresentação actuarão os grupos "Anacos de Buxo" (um grupo de gaiteiros muito jovens, considerados como uma das revelações da gaita galega), "Conjunto Folk do Conservatório Superior de Música de Vigo" e os "Mal de Línguas". A entrada é livre.


Do Minho?...Minhoteiro!
Da Galiza chegam vozes e olhares fascinados com a cultura e a música dos vizinhos minhotos; a associação galega Xistra de Coruxo (Pontevedra) soma esforços com a Cantares do Minho (Viana do Castelo) para realizar o espectáculo "Do Miño?...Minhoteiro", um concerto em forma de festa, que une as gaitas, sanfonas, vozes e percussões galegas às vozes do Minho, aos cordofones, aos acordeões, às gaitas, para celebrar um reencontro constante (e que nunca acabou) entre duas culturas, que são afinal uma só. Treboadas galegas, Zés-Pereiras, Cantos de Segada, Sachadeiras, Modas, Xotas, Gotas, Fandangos, subirão ao palco com a fala, as lendas, as cantigas, os trovadores, as modas, os viras e as chulas. Com a presença da Xistra e os Cantares do Minho e também com Paco Barreiro, Maria Xosé Lopez (Sanfona e voz), Luís "o Caruncho" e Augusto "Canário" (Cantores ao desafio). Tudo isto acontecerá no dia 9 de Maio, no Teatro Principal de Pontevedra, a partir das 20:00 horas - a não perder. Saiba mais!

Encontro de Bandúrrias, nas Astúrias
A Associação "La Quintana", de Xixón (Astúrias) organiza no sábado, dia 22 de Maio, um "Alcuentru de Bandurrieros", (encontro de tocadores de Bandúrria) em Caliao, Casu, nas Astúrias, que cumpre este ano a sua sétima edição. O Encontro inclui um concerto que se realiza no salão das escolas de Caliao, às seis da tarde, com a presença de tocadores de Bandúrria de todas as Astúrias e muitos músicos convidados. 
Este ano, as actividades incluem um mercado tradicional, que coincide com as festas de Santa Cruz.
O “alcuentru” está aberto à participação de outros músicos de Bandúrria ou Rabel, que queiram subir ao palco e descobrir em conjunto esse instrumento. Durante todo o evento pode ainda ver-se uma exposição de instrumentos. Com esta actividade, pretende manter-se viva a memória de um instrumento quase desaparecido da música asturiana, a Bandúrria, que apesar de partilhar o nome com outro instrumento, é muito diferente e tem características extremamente interessantes.
A organização pode ser contactada nos números de telefone 985162584 e 626511863 (+ ind. Espanha) ou através de e-mail: [email protected]
Saiba mais sobre este instrumento!
Por motivos que não são da responsabilidade da Associação Gaita de Foles, informamos os possíveis interessados de que a data inicialmente divulgada para este evento (9 de Maio) foi adiada para dia 22 de Maio.

Caderno I: Ouvir e Aprender
Dois prestigiados nomes do mundo da Gaita galega, Suzo Vaamonde e Xosé Lois Romero, preparam um pequeno manual didáctico de aprendizagem deste instrumento, intitulado "Repertório básico para gaita e percusión galegas. Caderno I". A edição contém 10 temas simples,com partituras de gaita, tamboril e bombo. Com esse tomo, é editado um CD com todas as músicas gravadas, tocadas de forma simples e acessível. A gravação estéreo divide a gaita do lado esquerdo e o tamboril do lado direito, com o bombo, que marca o tempo, ao centro, o que torna possível ouvir separadamente cada elemento sonoro, numa simples aparelhagem. Esta edição é destinada, claro está, a iniciados e a pessoas que desejam desenvolver, de forma didáctica e segura, os seus conhecimentos e capacidades musicais; as preocupações pedagógicas e a acessibilidade dos conhecimentos orientaram todo esse trabalho, que será publicado brevemente. Os autores já participaram noutras edições relacionadas com a gaita de fole galega, como sejam os livros/CD "Doce Polainas Enteiras", "De Pano Sedan" e "Solo de Gaita", (hoje consideradas obras de referência, que contaram com a participação de nomes sonantes da comunidade de gaiteiros galegos), pelas edições do Cúmio (www.cumio.com).

Tocándar; agenda de Maio
Chega a primavera, chegam as festas...e saem os bombos à rua. Os Tocándar continuam a percorrer o país na senda das percussões portuguesas, após o lançamento de um primeiro CD e DVD. A sua agenda de actuações inclui o Desfile do 1º de Maio, em Lisboa, às 15:00h; no dia 2, às 11:00h, nas Festas de Abrantes; no dia 8 Maio, às 21.30h, em Cavalinhos, Maceira; dia 16 de Maio, 21.30h, no Museu Escolar de Leiria; 22 de Maio, 21.30h, no Pinhal Novo e no dia 30 Maio, às 15.00h, em Murtede, na Mealhada.

Monte Lunai no Mercado da Ribeira
Na Sexta-feira, 30 de Abril, os Monte Lunai animam os bailes de música "folk" no Mercado da Ribeira, em Lisboa, a partir das 22:00h.
Os Monte Lunai surgiram a partir das experiências, cruzamento de influências musicais e encontros entre músicos proporcionados pelo festival Andanças e pelos bailes informais de música tradicional, já habituais em Lisboa. Desta vez, os Monte Lunai prometem novas danças e novos arranjos, com os músicos Denys Stetsenko (Violino), João Madeira (Contrabaixo), Miguel Barriga (Flautas, Gaita-de-foles, Berimbau de Boca, Didgeridoo, Clarinete Popular), Nuno Santos (Bateria e Percussões várias), Pedro Costa (Guitarra) e Mercedes Prieto, (professora de Danças Tradicionais).

Sanfonas no Porto
Irá decorrer no próximo dia 1 de Maio o "2º Concerto Intimista PortoCéltico", desta vez com a Sanfona como instrumento de eleição. 
Serão intérpretes o português Eduardo Monteiro (amplamente conhecido pela sua participação em inúmeros projectos de música tradicional e sobretudo, pela presença habitual nos bailes de danças tradicionais em Lisboa) e os galegos Xosé Manuel e María Xosé López (ex-membros do reputado grupo galego "Muxicas").
A solo e em conjunto, esperam-se temas tradicionais portugueses, galegos e da restante Europa, onde se combina o canto com o som da Sanfona; um instrumento que já foi muito popular em Portugal, pelo menos até ao Século XVIII. O concerto terá lugar no auditório da Casa do Alto (Pedrouços, Maia - junto ao Hospital de S. João), a partir das 22 horas. Mais informações em www.PortoCeltico.web.pt

Voluntários para o Andanças 2004
Como todos os anos, a associação Pédexumbo prepara-se para pôr em marcha a organização de mais uma edição do festival Andanças. Como sempre, este festival funciona com a participação dedicada de centenas de voluntários, que todos os anos são responsáveis pelo erigir de um dos melhores e mais importantes festivais de música e dança tradicional do país. A admissão de voluntários será aberta a partir de 1 de Maio; a consulta de mais informações pode ser feita on-line, através do site www.pedexumbo.com

Isabelle Guerbigny & Os Chocalhos, no Sardoal
O Sardoal acolhe uma Oficina de Danças Tradicionais Europeias, pela mão de Isabelle Guerbigny (professora francesa de danças tradicionais europeias); às 17h00 na Sexta-feira, dia 30 de Abril e às 11:00 e 16:00 horas, no Sábado, dia 1 de Maio, no espaço do Salão dos Bombeiros do Sardoal, com entrada livre; nesse mesmo dia, a partir das 21:30 horas, começa mais um baile d'Os Chocalhos (Uxu Kalhus), uma das melhores e mais carismáticas bandas do movimento de música e dança "folk" que percorre o país nos últimos anos e que se prepara para ultimar a gravação do seu primeiro CD.
Para quem não pode assistir ao baile no Sábado, fica o convite para assistir à actuação dos Chocalhos no aniversário do "Le Monde Diplomatique", no Instituto Franco-Português, em Lisboa, na quinta-feira, dia 6 de Maio.

Oficina de Sac de Gemecs, nos Pirinéus
O Sac de Gemecs é um tipo de gaita de fole que é tocada na Catalunha e regiões circundantes; no próximo fim-de-semana de 1 e 2 de Maio, a povoação de Arsèguel, nos Pirinéus, acolhe uma oficina 
intensiva de Sac de Gemecs e outros instrumentos, pela mão de Marc Egea (Sanfona) e Jordi Vallverdú (Sac de Gemecs). Mais informações sobre esta oficina e sobre os instrumentos podem ser consultadas no 
site da entidade organizadora, em www.tradicionarius.com

Nova revista digital: CanalBaridana
Ainda editada pela Tradicionarius, surge uma novíssima revista digital, CanalBaridana, dedicada ao Sac de Gemecs e à música tradicional em geral. No primeiro número podem consultar-se, por exemplo, três artigos sobre o Sac de Gemecs (história, organologia, lições introdutórias, etc) acompanhadas com ficheiros audio de gravações. Nos próximos números esperam-se mais artigos relacionados, com músicas e respectiva ornamentação para aprendizagem.
Esta revista, gratuita e acessível pela internet, pode ser consultada no excelente site da Tradicionarius: www.tradicionarius.com/arseguel/canal.htm

Documento
Bandúrria: As Astúrias Desconhecidas
Nas Astúrias, uma pequena comunidade autónoma no norte de Espanha, dá-se hoje uma enorme importância às antigas práticas rurais para a definição de uma identidade Asturiana. Isso é particularmente visível no caso dos instrumentos musicais: hoje, quase todos conhecem as Astúrias pelos seus gaiteiros, por exemplo. No processo de recuperação de muitos instrumentos, que se tornam mais atractivos ou populares para satisfazer pretensões identitárias variadas, alguns são abandonados e caem no esquecimento.
É o caso da Bandúrria, um pequeno instrumento de cordas, que à semelhança das sanfonas ou gaitas-de-foles, emite uma nota pedal contínua. As características deste instrumento, quase perdido, são muito interessantes (apresenta algumas semelhanças com alguns instrumentos medievais, como a Viela, a Rabeca ou o Rabel). Das Astúrias, o músico e investigador Daniel Garcia de la Cuesta dá-nos conta da recuperação recente deste instrumento...


Gaiteiros de Lisboa em Famalicão
Os Gaiteiros de Lisboa actuam em Famalicão no próximo Domingo, dia 25 de Abril, às 17:30 horas, no Parque Dona Maria II.
Os Gaiteiros de Lisboa participaram e ainda participam activamente no processo de investigação, recuperação e ensino da música portuguesa, sobretudo a partir dos anos 70, para além da sua actividade musical propriamente dita, que ainda inclui participações em numerosos projectos musicais conceituados. A sua discografia inclui "Invasões Bárbaras", "Bocas do Inferno","Dança-Chamas" e "Macaréu". Os Gaiteiros são: Carlos Guerreiro; José Manuel David; José Salgueiro; Paulo Marinho; Rui Vaz e Pedro Casaes. Mais sobre o grupo em www.gaiteirosdelisboa.com

Simon Stälspets & Amigos no Mercado da Ribeira
Os já emblemáticos bailes de música "folk" no Mercado da Ribeira voltam a acontecer, desta vez na sexta-feira, 23 Abril, às 22h30.
O sueco Simon Stälspets (um exímio tocador de Mandalo e Flautas Nórdicas - flauta de harmónicos sem digitação, controlada quase exclusivamente pelo sopro), é o convidado principal dessa noite; o seu percurso inclui a passagem pelos grupos Svart Kaffe, Lystra e Kalabra. Nessa noite será acompanhado por muitos amigos portugueses (Sérgio Crisóstomo - violino e Hugo Fernandes - Violoncelo), com os quais forma o grupo Polaris.

Polaris: vôos entre a Suécia e Portugal
O Quarteto Polaris é uma novíssima formação, constituída por excelentes músicos e apresenta composições de Simon Staslpets (Suécia) em concerto, que incluem temas de música tradicional sueca, clássica contemporânea e  várias danças tradicionais.
O Quarteto Polaris integra quatro músicos de nacionalidade portuguesa, com formação clássica (Escola Superior de Música de Lisboa, Academia Metropolitana, Conservatório Nacional). Os músicos do Quarteto integram outras formações nacionais, entre as quais já se apresentaram por exemplo, com a Sinfonietta de Lisboa e a Orquestra Gulbenkian. 
Qualquer uma das peças terá neste concerto a sua primeira audição em Portugal. Os Polaris são: António Jorge (violino); Sérgio Crisóstomo (Violino; ex-At-tambur); Hugo Fernandes (Violoncelo; Rondelle, ex-Dazkarieh) ; Gonçalo Ruivo (viola de arco).
Eis o seu calendário de actuações:
Guarda, 21 de Abril, 21:30: Auditório Municipal.
Lisboa, 23 de Abril, 22:00: Baile de danças tradicionais, Mercado da Ribeira.
Lisboa, 28 de Abril, 21:00: Noites em Pasárgada, Casa América Latina.
Lousã, 01 de Maio, 21:30: Concerto, Cineteatro.
Lisboa, 03 de Maio, 19:00: Concerto, Espaço 7 às 9, CCB.

Danças Ocultas, na Suíça, com o Ballet Gulbenkian
Depois do interregno para gravar o terceiro CD de originais, as Danças Ocultas regressam à estrada, neste mês de Maio em que completam 15 anos; desta vez para uma digressão na Suíça, acompanhados pelo Ballet Gulbenkian. Assim, actuarão em Maio, nas seguintes datas:
Sábado, 1 Maio – Lausanne – Théâtre Métropole 
Terça, 4 Maio – Genebra – Théâtre Du Grand Casino
Quinta, 6 Maio – Zurique – Theaterhaus Gessnerallee
Sexta, 7 Maio – Berna – Stadttheater Bern
Sábado, 8 Maio – Zug – Theater Casino Zug
Segunda, 10 Maio – Basileia – Theater Basel
(Todos os espectáculos são às 20:00 horas).
O Programa para esta digressão inclui “Delicado” coreografia de Gilles Jobin e “White” coreografia de Paulo Ribeiro, música ao vivo de Danças Ocultas.

A Quadrilha Ataca de Novo
Os Quadrilha, grupo de música Folk, já lançaram o seu quinto trabalho; "A Cor da Vontade", um disco mais maduro e mais interventivo, com participações de Janita Salomé, entre outros. As próximas actuações são já nos dias 24 de Abril na Marinha Grande, às 00:00h, na Praça Do Município e no dia 25 de Abril, em Mora, às 17:00 na Praça do Município. Os Quadrilha são: João Frias - Baixo; Nick Cook - Violino;  Robbie Delacroix - Bateria; Sebastião Antunes - Voz, Guitarra, Bouzouki, Tin Whistle; e Amadeu Magalhães - Flauta, Gaita De Foles, Bandolim
Mais, em www.quadrilha.net

Tocá Rufar, de novo na estrada
A orquestra de percussões portuguesas Tocá Rufar está de novo em digressão; as próximas actuações incluem as Comemorações do 30º Aniversário da (R)evolução do 25 de Abril, no Dia 24 de Abril às 20H15, e às 00h30, no Terreiro do Paço, em Lisboa e o Desfile do 25 de Abril, no dia 25 de Abril, às 16H30, no Rossio, em Lisboa.
Estarão ainda no VII Aniversário da REFER, Dia 29 de Abril às, 12H00 - Entroncamento; no Evento de recepção aos 10 Novos Membros da Comunidade Europeia, Dia 30 de Abril às 22H00, na Pala do Pavilhão De Portugal, Parque das Nações, Lisboa.
Ao longo dos meses de Maio e Junho, na III Mostra de Actividades da Comunidade Educativa (Dia 16 de Maio às 16H00, Freguesia De Stº António, Barreiro). - Pontapé de Saída – Concerto para bombos e matraquilhos (Dia 23 de Maio às 16H30, Praça D. João I, Porto) e no Encontro de Gigantones e Cabeçudos (Dias 19 e 20 de Junho, em Braga).

Observar de perto o Conservatório Folk de Lalin, na Galiza
Em ano de temática peninsular, a d'Orfeu promove uma visita ao Conservatório de Música Tradicional e Folk de Lalin, no norte da Galiza, onde há uma forte implantação e investimento na área da música tradicional, com a particularidade de se tratar de um organismo público, cenário a que em Portugal não se chegou ainda no que toca ao ensino da música tradicional. Pretende provocar-se o contacto e a experimentação musical entre alunos e instrumentistas galegos e portugueses, para além de conhecer in loco os métodos, práticas e virtudes do ensino leccionado no Conservatório de Lalin. A visita, que acontecerá nos dias 17 e 18 Abril, insere-se no plano do "Curso Tocata ­ Formação em Músicas Tradicionais" que funciona na d'Orfeu, sendo contudo aberta à participação de toda a comunidade musical em redor da associação. Esta troca de experiências ­ os galegos retribuirão a visita em Junho próximo ­ entre as duas instituições retrata o contacto íntimo que existe entre a música tradicional galega e portuguesa, dois territórios com afinidades culturais marcadas. (Fonte: At-tambur)

Intercéltico de Sendim
O Centro de Música Tradicional Sons da Terra e a Mirai Qu'Alforjas confirmaram já o programa para a 5ª edição do festival intercéltico de Sendim:

Dia 30 de Julho de 2004 
(Palco do Recinto Principal)
Marenostrum (Portugal-Vencedores do Arribas Folk)
Fred Morrison (Escócia)
Milladoiro (Galiza)

Dia 31 de Julho de 2004 
(Palco do Recinto Principal)
Llangres (Astúrias)
La Musgaña (Castela-Leão)
Hedningarna (Suécia)

30 e 31 de Julho e 1 de Agosto
Animação de Rua e Palco do Largo da Igreja 
Los Yerbatos (Astúrias)
Pauliteiras de Valcerto
Encontro de Musiqueiros

1 de Agosto de 2004
Missa "Intercéltica"
Santarén Folk (Castela-Leão)


Anton Davila e Aran

O gaiteiro galego Anton Davila participa no projecto do grupo Aran, que acaba de inaugurar o seu novo site: www.arangalicia.com.
Os próximos concertos de apresentação do seu primeiro CD, "Galeire" estão na página e também em www.antondavila.com.
Anton Davila também colabora actualmente com o conhecido grupo "Celtas Cortos".

Zume de Terra, 3º disco do gaiteiro Budiño
"Zume De Terra" é o novo disco de Xosé Manuel Budiño, o terceiro da sua carreira artística e o primeiro em que o artista galego assume integralmente a composição, arranjos, produção e gravação.
O gaiteiro Budiño faz parte da nova geração de gaiteiros galegos formados pela Universidade Popular de Vigo, nos anos 80, que elevaram as técnicas de interpretação a um virtuosismo assinalável.
As opções musicais de Budiño são consideradas pouco ortodoxas, com aqui e ali algumas piscadelas de olho à música moderna e ao Jazz, num território indefinido entre o tradicional e o "folk" mais vanguardista; ou como assinala o texto promocional, em Zume De Terra, a fórmula não é a de "reinterpretar ou recriar a tradição, mas criar, valendo-se dela".
Mais informações em: www.xosemanuelbudino.com


Recital "folk" no Mosteiro dos Jerónimos

No dia 18 de Abril, Domingo, às 11 horas, o Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, acolhe um recital de música "Folk", com a participação de 
Alexandre Gabriel (Harpa irlandesa) e Gonçalo do Carmo (Small Pipe e Flautas). Este recital inclui ainda a participação do grupo vocal Lux Aeterna, João Rodriques (Tenor) Marie Beatriz Lúcio (Voz), Emanuel Nevado (Violino), Manuela Oliveira (Viola da Gamba), Hugo Fernandes (Violoncelo) Carlos ferreiro ( Rabeca e Fídula) e Tiago Pereira (percussão).

Danças Ocultas, com novo CD
Os Danças Ocultas terminaram a gravação do seu novo CD. 
Gravado no estudio de Paulo Abelho, O Circo a Vapor, este novo CD é aguardado com grande expectativa. Gabriel Gomes produziu, Nuno Rebocho gravou e António Pinheiro da Silva misturou. Alberto Lopes do Acaso fez a capa e tratamento de imagem. A Magic Music, responsavel pela edição, procura agora distribuição para Portugal. A edição está já garantida em alguns paises Europeus. (fonte: at-tambur.com)

Os Cempés em Portugal
O grupo galego "Os Cempés" vai estar em Portugal, no dia 25 de Abril, em Vila Nova de Cerveira e no dia 13 de Junho, em Arcos de Valdevez. Os Cempés apresentarão possivelmente o seu quarto e último disco "Moe a Moa" (Mói a Mó), bem como todos os temas da sua discografia, no estilo descontraído, irrequieto e bem humorado que os caracteriza - sempre com o pé virado para a dança. Todas as informações sobre o grupo, membros, discografia e algumas faixas de mp3, em: www.oscempes.com

Lalin em Abril e Maio
O Conservatório de Música Folque de Lalin (Galiza) tem já planeadas 
algumas actividades para Abril: No dia 3, Um Curso de percussão 
Brasileira
, no dia 17, um curso de "Análise de Música Patrimonial" e nos dias 24 e 25, Aulas Práticas do curso de pós-graduação em Música Galega (Concertina, Gaita-de-fole, Percussão e Violino). Em Maio, no dia 28, apresenta-se um espectáculo da escola "Re-Elabora-Sons", que inclui os instrumentos ensinados: gaitas, requintas, sanfonas, concertinas, violoncelo, violinos, guitarra e inclui a participação de nomes conhecidos da música galega, tais como Guadi Galego e Kim Farinha (Berroguetto), Xurxo Troncoso, Ramón Feáns, entre outros.

Colóquios Mensais de Etnomusicologia na FCSH
O Instituto de Etnomusicologia da FCSH (Faculdade de ciências sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa) promove uma série de colóquios e conferências dedicadas à etnomusicologia, durante os próximos meses, no espaço da Sala de Seminários do Departamento de Ciências Musicais da Universidade Nova de Lisboa, das 18:00 às 22:00 horas. O calendário, que se estende até Novembro deste ano, inclui sete colóquios:
25 de Março: Maria do Rosário Pestana - "O Porto e o orfeonismo na 1ª metade do séc. XIX".
29 de Abril: Pedro Félix - "Reconstrução da metodologia enquanto no 
terreno".
27 de Maio: Rui Cidra - "Colóquio Mensal de Etnomusicologia".
24 de Junho: António Tilly - "A produção Musical e a indústria 
discográfica em Portugal".
29 de Julho: Pedro Roxo - "Colóquio Mensal de Etnomusicologia".
23 de Setembro: João Ricardo Pinto - "O bairrismo da marcha popular em Lisboa".
28 de Outubro: Maria Manuel Silva - "Música Timorense em Portugal".
25 de Novembro: Carla Nunes - "A performance musical como contexto de participação".
Mais informações em www.fcsh.unl.pt/inet/

Xistra de Coruxo - Tres Nun
O grupo galego Xistra de Coruxo, de Pontevedra, lança há anos pontes para o encontro com a música portuguesa e tem feito um trabalho pouco conhecido nessa área, mas que vale a pena descobrir.
Agora, lançam um disco, "Tres nun" ("Três num"), o quarto da carreira deste autodenominado "grupo de música folk galego-minhota", depois dos títulos “Xistralia, República Independente” (2000) sempre na linha do trabalho de investigação da música popular de ambas as margens do río Minho: danças, modas, viras, muinheiras, tocadas com gaitas de foles, cavaquinhos, braguesas, clarinetes, adufes, acordeões, etc, num registo que pretendem desta vez, mais actual e contemporâneo, o disco inclui também vários temas cantados, entre eles, “O homem da gaita” de José Afonso.
Para mais, apresenta-se neste disco um novo projecto de dinamização 
do folclore galego-português, num registo satírico: a “Irreal Banda de Gaitas da Excelentísima República Independente da Xistrália” um grupo com mais de sessenta pessoas que interpretam repertório baseado nas "Treboadas" e nos "Zés Pereiras" (com 23 gaitas, 10 bombos, 8 timbalões, 10 tambores, triquilitraques, cavaquinhos, ferrinhos e pandeiretas!). O disco "Tres Nun" está editado pela Zouma Records. Entre as colaborações, destacam-se as vozes de Aurora Filgueira e Maria Xosé López (Ex-Muxicas e Anamoura).
Mais informações sobre o grupo em www.xistra.info

Novo disco de Susana Seivane
A gaiteira galega Susana Seivane, filha e neta dos reputados artesãos de gaita Seivane, vai editar mais um disco, a 12 de Abril.
O novo disco terá 12 temas, 5 dos quais cantados pela própria gaiteira 
galega, e nos quais conta com a colaboração de diversos artistas, 
como Guadi Galego, (Berrogüetto), Xavier Paxariño, o grupo de 
música tradicional Ruote, Rodrigo Romaní (Milladoiro) e percussões de 
Viascón (Jarbanzo Negro). Este é o 3º disco editado por Susana 
Seivane, depois de "Susana Seivane" e "Alma de Buxo".


Eis que Voltam - Os Gaiteiros de Lisboa

Os Gaiteiros de Lisboa acabam de reeditar os seus dois primeiros discos num pacote que inclui o primeiro disco, "Invasões Bárbaras" (Farol, 1995) e "Bocas do Inferno" (Farol, 1997), e terão um destaque especial na emissão do canal de cabo "SIC Notícias", na próxima Terça-feira, dia 2 de Março. A emissão tem início pela manhã, às 10:30 horas, com a análise da imprensa diária, comentário das notícias do dia na Edição do Meio Dia e uma breve entrevista de carreira, na Edição da Noite (00:00h).
Durante o intercalar das notícias, serão exibidos telediscos gravados no
estúdio da SIC. Para quem não possa assistir à emissão durante o dia, a SIC Notícias emitirá um compacto desses mesmos telediscos, durante o fim-de-semana de 6 e 7 de Março. Os Gaiteiros de Lisboa são um grupo de músicos que participaram e ainda participam activamente no processo de investigação, recuperação e ensino da música portuguesa, sobretudo a partir dos anos 70, para além da sua actividade musical propriamente dita, que inclui participações em numerosos projectos musicais conceituados. A sua discografia inclui "Invasões Bárbaras", "Bocas do Inferno","Dança-Chamas" e "Macaréu". Os Gaiteiros são: Carlos Guerreiro; José Manuel David; José Salgueiro; Paulo Marinho; Rui Vaz e Pedro Casaes. Mais sobre o grupo em www.gaiteirosdelisboa.com


Michel Giacometti: Caminho para um Museu

A 8 de Janeiro de 2004, data do nascimento do etnomusicólogo corso Michel Giacometti, que cumpria 75 anos se fosse vivo, Cascais deu início a uma homenagem com a abertura da exposição "Michel Giacometti, caminho para um museu", em reconhecimento do seu valioso trabalho de recolha, estudo e divulgação da música tradicional portuguesa. Através desta exposição, que foi construída a partir do acervo existente no Museu da Música Portuguesa, pretende-se dar a conhecer a vida e obra de Michel Giacometti e, também, o trabalho e o programa do Museu. A exposição, apesar de ser pequena, contém alguns exemplares muito interessantes de instrumentos portugueses, uma antologia do percurso de Michel Giacometti e painéis interactivos com muitas informações, textos, fotografias e exemplos sonoros.
Esta é uma oportunidade única para rever o espólio documental do etnógrafo. O catálogo da exposição, com 265 páginas, inclui alguns textos inéditos e fotografias de muito boa qualidade. Esta exposição comissariada pelo Museu da Música Portuguesa, está aberta ao público de terça-feira a domingo, das 10 às 18 horas, no Centro Cultural de Cascais. 
Mais informações

Tocándar: em CD e DVD
No ano de 2000 os Tocándar iniciaram a aventura de criar um projecto musical baseado nas percussões portuguesas, à imagem de um modelo que tem tido relativo sucesso, sobretudo entre a população jovem, com o objectivo de trazer novas oportunidades de criatividade, desenvolvimento pessoal e ocupação de tempos livres aos jovens da Marinha Grande e ao mesmo tempo divulgar a cultura portuguesa, mais concretamente, a percussão.
O projecto gravou recentemente um CD e também um DVD, a publicar em Março, com as colaborações dos Gaitafolia (grupo da Associação Gaita de Foles, Portugal), Xarabal (uma das mais conhecidas e prestigiadas formações musicais galegas), Flávio Benito e Jordi Boltá (da banda Asturiana "La Raitana"), e também João Miguel Pereira, Pedro Martins, João Eleutério e Paulo Abelho (responsável pela Direcção Técnica).
Mais sobre o CD e DVD, aqui

Colóquio Internacional - The Politics of Folk Culture 
Terá lugar nos próximos dias 12 e 13 de Março de 2004, no ISCTE, (Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa), Auditório Afonso de Barros, o Colóquio Internacional "The Politics of Folk Culture - Reflections from the Lusophone World" (As Políticas da Cultura Popular - Reflexões do Mundo Lusófono). Uma reflexão atenta sobre representações, práticas e identidades culturais, muito oportuna para todos aqueles que vivem no circuito da música "tradicional" e da etnomusicologia, mas não só. Os temas são muito diversos e de grande interesse: Representações sobre práticas e identidades locais; Invenção da Tradição; Ícones Rurais do Noroeste Peninsular; Etnicidade, Globalização e Cultura; A "Portugalidade" na Diáspora, etc.
Este colóquio é organizado pelo Centro de Estudos de Antropologia Social e da responsabilidade científica de João Leal e Andrea Klimt.
Contará com a presença de Paulo Raposo (CEAS/ISCTE), João Vasconcelos (ICS-UL), António Medeiros (ISCTE), João Leal (CEAS e FCSH-UNL), Margaret Sarkissian (Smith College), Timothy Sieber (UMass Boston), Kimberly Holton (Rutgers University Newark) e Andrea Klimt (UMass Dartmouth).
A participação no Colóquio está sujeita a inscrição - para mais informações contactar o secretariado do CEAS (Centro de Estudos de Antropologia Social) através do e-mail [email protected] ou do telefone 21 790 39 17.
Programa completo do colóquio (em Inglês) 

Viajar por Miranda, ao som da Gaita-de-fole
Quem gosta da música de Miranda do Douro terá a oportunidade de assistir aos vários espectáculos que ao longo do ano têm lugar na Estalagem Solar dos Marcos, em Bemposta, Arribas do Douro. Esta estalagem tem desenvolvido um projecto de divulgação da música tradicional, com actuações frequentes dos Lenga-Lenga - Gaiteiros de Sendim, com o Gaiteiro Henrique de Jesus Fernandes; as actuações incluem Gaita, Caixa e Bombo, Cantadeiras e Pauliteiros. Em várias ocasiões há ainda actuações com José Maria Rito, mestre Gaiteiro, na companhia de Henrique Fernandes (Gaita) e José Marcos (Bombo). A estalagem Solar dos Marcos está situada na Rua de Santa Cruz, 5200-055 Bemposta, Parque Natural das Arribas do Douro.
Contactos: Tel: +351 279 570 010 - Fax.+351 279 570 019 - Móv: 934 574 001 / 936 946 353. E-mail: [email protected]

Galiza: novo disco de Budiño
O terceiro disco do gaiteiro galego Xosé Manuel Budiño, chamar-se-á "Zume de Terra" e é o resultado do trabalho do músico não apenas na composição e arranjos, mas também na sua produção e gravação. O disco será lançado no dia 8 de Março e conta com importantes colaborações de Júlio Pereira, as vozes de Sara Tavares e Lilian Vieira, bem como o músico bretão Jacky Molard, os escoceses Capercaillie e Michael McGoldrick. As letras são da autoria de Uxía Senlle (uma música galega já bem conhecida e estimada em Portugal) e Manolo Cortés. Budiño é um dos ex-alunos do curso de gaita da Universidade Popular de Vigo, a instituição de referência no ensino, construção e investigação da música tradicional galega. A sua discografia inclui os títulos "Paralaia" e "Arredor" e no seu percurso tem trazido algumas abordagens inovadoras à música galega, com um estilo muito próprio.
Mais informações em www.xosemanuelbudino.com

Reedição Histórica de Faustino Santalices
O galego Faustino Santalices foi na primeira metade do século XX, um dos grandes nomes da recuperação da Sanfona, um instrumento que nessa altura se encontrava em franco declínio, em Portugal e em Espanha. O também gaiteiro e investigador recolheu muitos exemplares de Sanfonas e gravou muitos tocadores populares do instrumento, que agora poderão ser ouvidos numa edição inédita. Com um interessante texto introdutório de Antón Seoane (do grupo "Milladoiro"), muitas fotografías e textos, (provenientes do arquivo privado da família Santalices), este disco inclui todas as gravações feitas entre 1929 e 1949 por Faustino Santalices, incluíndo alguns temas inéditos que até hoje nunca foram editados. Um disco imprescindível para todos amantes da música tradicional, e que constitui também um testemunho histórico sobre a história da Sanfona na Península Ibérica. Hoje em dia são raros os tocadores de Sanfona em Portugal, embora o instrumento tivesse uma implantação muito forte até ao século XVIII, e só o construtor e músico Fernando Meireles (dos Realejo) constrói Sanfonas com sucesso, sendo bastante procuradas por músicos estrangeiros.

Intercéltico do Porto em viagem pelo país
Seguindo o modelo adoptado na última edição, o Festival Intercéltico do Porto de 2004 vai ter lugar entre os dias 1 e 3 de Abril, com concertos no Porto, Lisboa, Montemor-o-Novo e Arcos de Valdevez. O festival incluirá actuações dos Kíla, (Irlanda); Kepa Junkera (País Basco), Atlântica (Cantábria), os Muzsikás e Márta Sebesyén (Hungria), e ainda os grupos portugueses At-Tambur, Realejo e Frei Fado d'El Rei. Programa

Pedro Caldeira Cabral, em Concerto
Nos dias 6, 13, 20, e 27, às 18h30, a Biblioteca-Museu República e Resistência retoma as "Sextas da Música", desta vez para apresentar concertos de Música Renascentista: "O Cancioneiro de Quinhentos e a Lírica de Camões", pelo Trio Atlântico, de Pedro Caldeira Cabral
As "Sextas da Música" desenrolam-se num ambiente íntimo e informal, sempre com espaço para falar dos instrumentos de forma detalhada, dos seus contextos técnicos e históricos, e claro, para ouvir a música que com eles se faz. 
Pedro Caldeira Cabral é actualmente o director do Centro de Estudos e Difusão de Música Antiga, em Oeiras e tem um longo e muito apreciado trabalho à volta dos instrumentos e sonoridades portuguesas, sobretudo do período medieval, quinhentista e da guitarra portuguesa, sendo que também se dedica à construção e estudo de instrumentos de música antiga (onde se incluem algumas gaitas de fole medievais, percussões, cordofones e aerofones diversos). Alguns dos seus trabalhos discográficos mais conhecidos incluem "Guitarras de Portugal" (1971); "Encontros" (1982); "A Guitarra nos salões do século XVIII" (1983); "Duas Faces" (1987); "Cantigas de Amigo", do grupo "La Batalla" (1991), "Variações" (1993); "Guitarra do Século XVIII" (2000); "Memórias da Guitarra Portuguesa" (2000); "Sons da Terra Quente" (2000) e "The Enchanting Modinhas and the English Guitar", (2001). Em 1999 editou ainda o livro "A Guitarra Portuguesa", sendo esta a primeira monografia sobre as origens e evolução histórica deste instrumento.
A Biblioteca-Museu República e Resistência está situada na Rua Alberto de Sousa, nº 10 - A, à Zona B do Rego, em Lisboa.

Volta o Entrudanças
O Entrudanças, um festival de música e dança, à imagem do já conhecido 
Andanças, mas que decorre no período do Carnaval, volta ao calendário das músicas e danças tradicionais em Portugal, depois de uma breve ausência. Desta vez decorrerá em Entradas, no Concelho de Castro Verde, Alentejo. A programação será preenchida com oficinas de dança, e actuações de grupos corais de Cante Alentejano e violas campaniças. O artesanato terá a sua presença bem como os passeios ambientais por pontos de interesse no Concelho. Tudo isto culminará nos habituais bailes com grupos portugueses (Monte Lunai, por confirmar, e Os Chocalhos / Uxu Kalhus) e estrangeiros (Um grupo do País Basco e o grupo "Les Aminches", por confirmar) A programação comecará no Sábado, 21 e acabará na noite de 23 de Fevereiro. Muito em breve estarão disponíveis a programação detalhada e informações úteis, no site da Pédexumbo: www.pedexumbo.com

Novidades Tocándar
Agora já podem ser ouvidas algumas das músicas do recente CD dos Tocándar, a partir do seu site. Neste primeiro trabalho do grupo de percussão da Marinha Grande participam alguns convidados, dedicados à Gaita-de-foles, nas variantes portuguesa, galega e asturiana, num "casamento" feliz entre estes instrumentos e as percussões portuguesas: Gaitafolia (grupo da Associação Gaita de Foles, Portugal), Xarabal (uma das mais conhecidas e prestigiadas formações musicais galegas), Flávio Benito e Jordi Boltá (da banda Asturiana "La Raitana"), e também João Miguel Pereira, Pedro Martins, João Eleutério e Paulo Abelho (responsável pela Direcção Técnica). No disco do grupo são apresentados onze temas originais e em Janeiro iniciou-se o processo de criação do primeiro DVD do grupo, a ser editado brevemente. Mais informações sobre os Tocándar em www.tocandar.com

Novos Cursos na Academia de Música de Ançã
A Academia de Musica de Ançã, recentemente criada, é um projecto jovem, ambicioso e inovador que pretende trazer a possibilidade de aprendizagem e aperfeiçoamento musical de diversos instrumentos, com uma atenção e dedicação muito especial para os instrumentos de música tradicional. Gaita-de-foles, concertina, viola braguesa, e muitos mais instrumentos, estão incluídos nos cursos de Música Tradicional, Jazz ou Cursos Livres, com a presença de músicos prestigiados, oriundos de grupos como o GEFAC, Brigada Victor Jara, Realejo, Diabo a Sete, Cantautores, Belle Chase Hotel, entre outros. A Academia de Música de Ançã fica situada em Ançã, entre Coimbra e Cantanhede, na rua Rua Maestro Artur Salguinho, 33, r/c (no edifício da Policlínica de Ançã). 
A pré-inscrição nestes cursos pode ser feita on-line!

Gaiteiros de Lisboa - reedição, a não perder
Os dois primeiros albúns dos Gaiteiros de Lisboa, "Invasões Bárbaras" (1995) e "Bocas do Inferno" (1997), encontravam-se esgotados, pouco tempo depois da sua edição. A editora Farol reeditou estes dois cd's, desta vez, com algumas inovações. Embora não incluam temas adicionais, foi feita a remasterização do primeiro álbum, que agora sai com algumas melhorias.
A campanha de lançamento vai ser discreta, mas com algumas surpresas agradáveis para os fãs do grupo, que incluem a interpretação de 5 a 6 temas gravados ao vivo, com som directo, no canal SIC-Notícias, durante toda a semana e com um compacto ao sábado, em finais de Fevereiro.
Os Gaiteiros de Lisboa são um dos grupos mais conhecidos e inovadores da música tradicional portuguesa, tendo já editado 4 discos e participado em diversas outras edições, com um longo percurso de espectáculos ao vivo, em Portugal e no estrangeiro. Mais sobre o grupo, no seu site: www.gaiteirosdelisboa.com

D'Orfeu: Seminário "Músicas da Península"
Depois da Cimeira do Fole em 2002 (festival dedicado à concertina) e do Festival das Músicas do Mundo Cigano em 2003, a d’Orfeu avança com a ideia do Festival Peninsular em 2004, na 3ª edição do seu Festival Temático das Músicas do Mundo. Será a oportunidade de fazer passar por Águeda a diversidade das novas e velhas músicas tradicionais.
A associação d'Orfeu vai promover um seminário dedicado às músicas da Península Ibérica, na tarde de domingo, 1 de Fevereiro, pelas 15:30, na Fundação Dionísio Pinheiro, em Águeda. Um encontro de músicos, programadores e outros interessados, numa conversa aberta com o público, com o objectivo de descobrir as virtudes e a diversidade das recíprocas influências entre os músicos e as músicas de Portugal e Espanha. 
Mais informação, aqui  


Pédexumbo - Encontros e Danças, em Évora

No próximo fim-de-semana de 31 de Janeiro e 1 de Fevereiro, as professoras Mercedes Prieto e Isabelle Guerbigny realizam um workshop intensivo de danças tradicionais europeias. O local escolhido para este curso é Évora, num dos salões da Sociedade Harmonia Eborense, localizada na Praça do Giraldo, nº 72. O curso terá lugar no Sábado, 31 de Janeiro, das 17h30 às 19h00 e das 20h às 21h30 e no Domingo, 1 de Fevereiro, das 11h00 às 13h00 e das 15h00 as 17h00.
As oficinas a cargo de Isabelle Guerbigny incluirão danças do país Basco - “Fandango” e "Mutxiko” e Mercedes Prieto será responsável pelo ensino de danças italianas. 
Nesse mesmo fim de semana, no dia 31, inicia-se também o encontro Pais e Fiilhos à Volta da Dança, todos os Sábados, das 11:00 às 12:00h, no Espaço “Oficinas de Comunicação”, no Largo Mário Chico, n.17- Évora.
Este são Encontros à volta da descoberta e do desenvolvimento do movimento expressivo e artístico, para desenvolver a organização espacio-temporal e o sentido rítmico, conhecer o corpo e as suas potencialidades, estimular a percepção e a sensibilidade estética da criança. Informações e Inscrições: Associação Pédexumbo,  www.pedexumbo.com - e-mail: [email protected]
Telefones: 266 732 504 - 967 185 910 - 962 344 056.

Portocéltico: Instrumentos galegos no Porto
A associação Portocéltico prossegue com as aulas de instrumentos galegos (gaita, sanfona e percussões) que têm vindo a leccionar, pela mão da música galega María Xosé López (ex-Muxicas e Anamoura). O próximo bloco de aulas, Bloco 02, inicia-se já no próximo dia 14 de Fevereiro. Todas as informações no site www.portoceltico.web.pt

Livro: Teatro Popular Mirandês 15 de Janeiro
O GEFAC (Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra) levará a cabo o lançamento do livro "Teatro Popular Mirandês - Peças de Cariz Profano", que se vai realizar dia 17 de Janeiro, na livraria Ler Devagar, no Bairro Alto, em Lisboa. Às 21:30 terá lugar uma arruada com gaita-de-foles pelas ruas do Bairro Alto, que irá terminar na livraria Ler Devagar, seguida de uma pequena apresentação teatral com textos de Teatro Popular Mirandês e finalmente será apresentado o livro "Teatro Popular Mirandês - Peças de Cariz Profano" com intervenções de José Pedro Caiado e Paulo Raposo. Esta iniciativa marca a edição de uma importante obra no panorama do teatro popular e da etnografia em Portugal. Mais informações em http://www1.ci.uc.pt/gefac/

Tocándar: Lançamento do CD
Os Tocándar vão lançar o seu primeiro disco, já no dia 9 de Janeiro, no Auditório do "Sport Operário Marinhense".
O lançamento terá início às 20.30 horas, com uma conferência de imprensa, seguida de um concerto, às 21.30 horas, que contará, é claro, com os Tocándar, mas também com alguns convidados e amigos que têm acompanhado o percurso deste grupo: os gaiteiros Flávio Benito e Jordi Boltá (Astúrias), a Banda de Gaitas "Gaitafolia" (Portugal) e João Miguel e Pedro Martins. Este espectáculo está integrado na comemoração do 70º aniversário do 18 de Janeiro de 1934 (a revolta armada levada a cabo pelos vidreiros da Marinha Grande, em pleno regime fascista). Mais informações sobre os Tocándar em www.tocandar.com

Associação Michel Giacometti
A 8 de Janeiro de 2004, dia em que passam 75 anos sobre o nascimento de Michel Giacometti, um grupo de jornalistas, fotógrafos e músicos vai dar o primeiro passo para a criação de uma associação cultural com o nome do etnomusicólogo corso que recolheu tradições musicais e populares de Norte a Sul de Portugal.
A Associação Michel Giacometti, que se deverá constituir oficialmente até Fevereiro deste ano, terá nos costumes e tradições do povo português a sua matéria-prima essencial, estando previstas a organização de conferências, cursos, exposições e espectáculos, assim como a edição de CDs, vídeos e projectos de investigação nas áreas da etnografia, cultura e ambiente. Ainda no decurso deste evento, o Museu da Música Portuguesa inaugura a 8 de Janeiro, pelas 18 horas, no Centro Cultural de Cascais, a exposição "Michel Giacometti, caminho para um Museu", que inclui instrumentos musicais tradicionais portugueses, objectos de arte popular e documentação diversa constantes do espólio do investigador francês.
Mais informações

Feira Franca - Na rádio, voz às Terras de Miranda
A rádio RDP Antena 1, vai emitir em directo, a partir do Auditório Municipal de Miranda do Douro, o seu conhecido programa "Feira Franca", desta vez sobre as terras de Miranda. Será no Domingo, dia 11 de Janeiro, a partir das 10 horas, que se poderão escutar os sons das gaitas de foles, tamborileiros caixas e bombos, com o ritmo das danças dos Pauliteiros. Esta emissão promete ainda "diabos à solta, cheiros da Festa dos Rapazes que já foi e dos Entrudos que despontam. Com ganas de chouriça, de posta e de bulho com cascas". A emissão pode ser escutada na internet, em www.rdp.pt

 

 


Início | Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola de Gaitas |
Comprar | Orquestra de Foles | Documentos | Equipa | English  | Links | Contactos
Powered by RRMerlin

Associação Gaita de Foles - direitos reservados